• Ouça a Rádio
  • Galeria de Fotos
  • Vídeos
  • Facebook
  • Twitter
Conexão Jornalismo é o primeiro site do país a merecer o selo verde.
Planvale

Busca

 
Audiência na TV

Quarta-feira, 22 de Março de 2017

Fátima Bernardes deve desculpas ao país por vender "carne fraca"?
Audiência na TV

 
  • Enviar para um amigo
  •  
  • Compartilhar no Twitter
  •  
  • Compartilhar no Facebook

Conexão TV

Sábado, 18 de Março de 2017

Datena e Maluf batem boca ao vivo na Band - áudio

 
  • Enviar para um amigo
  •  
  • Compartilhar no Twitter
  •  
  • Compartilhar no Facebook
VER +

Galeria de Fotos

 
 

 
 

Comunidade

home > colunas > esportes > olimpíadas

Esportes - Olimpíadas

 

Quarta-feira, 11 de Janeiro de 2017

Bernardinho, 28 títulos depois, deixa a seleção brasileira de vôlei

Da Redação

Bernardinho: o maior vencedor do esporte no país
Bernardinho: o maior vencedor do esporte no país
O que parecia impensável no mundo do esporte brasileiro aconteceu nesta quarta-feira 11 de janeiro. O técnico da seleção brasileira Bernardinho, desde 1994 diante das seleções brasileiras de vôlei feminina e masculina, anunciou seu afastamento do cargo. Em seu lugar entra o também ex-jogador da seleção, Renan dal Zotto, medalha de prata em 1984. A Era Bernardinho foi o momento de maior conquista do esporte nacional.

O motivo alegado foi a pressão da família, que pedia que ele tivesse mais tempo para descansar - Bernadinho também comanda o Rio de Janeiro na Superliga feminina, o que o faz trabalhar quase que todos os meses do ano. Mas há quem diga que ele se prepare para entrar para a política. Ele foi apoiador da candidatura de Aécio Neves em 2014.

O período de Bernardinho na seleção foi único. Após pegar uma seleção desacreditada, que havia caído na Olimpíada de 2000 ainda nas quartas de final para a Argentina, Bernardinho construiu uma das maiores hegemonias da história do esporte.

Foram 28 títulos relevantes, com direito a três Mundiais, duas Copas do Mundo e duas Olimpíadas - a última delas no ano passado, em solo brasileiro, no Rio de Janeiro.

Casado com a ex-jogadora Fernanda Venturini, Bernardinho é pai de Bruninho, levantador da seleção. Torcedor do Botafogo, há alguns anos chegou a ser sondado para assumir uma das diretorias do clube na gestão de Bebeto de Freitas. Sua entrada na política é vista como algo possível.


Atacante da seleção de prata do Brasil em 1984
Atacante da seleção de prata do Brasil em 1984  


Alguns dos bons momentos (engraçados) na performance de Bernardinho :


 

Veja também:

>> Atriz revela ter sofrido estupro aos 17 anos

>> Apresentadora da Record de Goiás diz que índio tem que morrer de tétano - vídeo

>> Crônica: O dia em que os Ets desembarcaram em Copacabana

>> Aragão: ex-ministro de Dilma critica carona de Gilmar com Temer

>> Paulinho da Força e o malabarismo de jogar nas duas pontas

 
  • Enviar para um amigo
  •  
  • Compartilhar no Twitter
  •  
  • Compartilhar no Facebook
  •  
  •  
  •  comentário(s)
  •  
 
Bernardinho, 28 títulos depois, deixa a seleção brasileira de vôlei
 

Copyright 2017 - WebRadio Programa Conexão - Todos os direitos reservados

Desenvolvido por Go2web

Está no seu momento de descanso né? Entao clique aqui!