• Ouça a Rádio
  • Galeria de Fotos
  • Vídeos
  • Facebook
  • Twitter
Conexão Jornalismo é o primeiro site do país a merecer o selo verde.
Planvale

Busca

 
Audiência na TV

Sexta-feira, 20 de Julho de 2018

Ex-apresentadora do Vídeo Show afirma que foi vítima de racismo
Audiência na TV

 
  • Enviar para um amigo
  •  
  • Compartilhar no Twitter
  •  
  • Compartilhar no Facebook

Conexão TV

Domingo, 15 de Julho de 2018

Benja, do Fox Sports Rádio, manda colega tomar no c%$#&u e áudio vaza

 
  • Enviar para um amigo
  •  
  • Compartilhar no Twitter
  •  
  • Compartilhar no Facebook
VER +

Galeria de Fotos

 
 

 
 

Comunidade

home > colunas > futebol > carioca

Futebol - Carioca

 

Segunda-feira, 11 de Dezembro de 2017

Dirigentes de clubes envolvidos com torcidas e distribuição de ingressos



Dirigentes de Flamengo, Fluminense, Vasco e Botafogo estão sendo alvo de investigação da Polícia nesta segunda-feira sob a acusação de favorecer torcedores ligados a torcidas organizadas. Em escutas telefônicas, eles foram flagrados negociando a entrega de ingressos - o que é proibido por lei. Assessor de imprensa da presidência do Fluminense, Artur Mahmoud, foi preso nesta segunda-feira (11). Além dele foram presos também o presidente da torcida organizada Raça Fla, Alesson Galvão de Souza, e dois da empresa Imply, responsável pela confeção de ingressos: Monique Patricio dos Santos Gomes e Leandro Schilling.


A operação é conduzida pela Polícia Civil e Ministério Público. São 14 mandados de prisão preventiva envolvendo dirigentes de clubes de futebol e de torcidas organizadas. De acordo com o Ministério Público (MP), dirigentes de clubes de futebol são acusados de repassar ingressos para as torcidas, que os repassam a cambistas. Parte desses ingressos seria repassada, inclusive, para torcidas organizadas proibidas pela Justiça de frequentar jogos de futebol.

A operação, feita em conjunto pelo Grupo de Atuação Especializada do Desporto e Defesa do Torcedor MP e pela Delegacia de Repressão a Crimes de Informática da Polícia Civil, é um desdobramento da Operação Limpidus.

Na primeira fase da operação, no dia 1º de dezembro, foram cumpridos mandados de prisão temporária, de condução coercitiva (quando a testemunha é levada para a delegacia para prestar depoimento) e de busca e apreensão.

Um dos procurados, Edmilson José da Silva, é chefe de segurança do Vasco e conhecido como "Tubarão". Ele não foi encontrado nem em casa, nem no trabalho e, segundo a DRCI, é considerado foragido.

 

Veja também:

>> Morre aos 98 anos a atriz Eva Todor

>> Cotistas tem desempenho acima da média, revela estudo

>> O impopular Beto Richa pretende demitir 3.500 professores

>> Dez anos depois, parentes das vítimas da TAM vão ganhar indenização

>> Curta revela o drama habitacional em São Paulo - vídeo

 
  • Enviar para um amigo
  •  
  • Compartilhar no Twitter
  •  
  • Compartilhar no Facebook
  •  
  •  
  •  comentário(s)
  •  
 
Dirigentes de clubes envolvidos com torcidas e distribuição de ingressos
 

Copyright 2018 - WebRadio Programa Conexão - Todos os direitos reservados

Desenvolvido por Go2web

Está no seu momento de descanso né? Entao clique aqui!