• Ouça a Rádio
  • Galeria de Fotos
  • Vídeos
  • Facebook
  • Twitter
Conexão Jornalismo é o primeiro site do país a merecer o selo verde.
Planvale

Busca

 
Audiência na TV

Segunda-feira, 15 de Outubro de 2018

Caetano entrevista Manuela D'Ávila
Audiência na TV

 
  • Enviar para um amigo
  •  
  • Compartilhar no Twitter
  •  
  • Compartilhar no Facebook

Conexão TV

Sexta-feira, 19 de Outubro de 2018

Atrizes da Globo quebram silêncio e pedem que TSE puna Fake News - Vídeo

 
  • Enviar para um amigo
  •  
  • Compartilhar no Twitter
  •  
  • Compartilhar no Facebook
VER +

Galeria de Fotos

 
 

 
 

Comunidade

home > colunas > futebol > carioca

Futebol - Carioca

 

Sábado, 09 de Dezembro de 2017

Antonio Lopes crê ser vítima de preconceito por ser velho

Lopes: um currículo invejável e o preconceito que a experiência traz
Lopes: um currículo invejável e o preconceito que a experiência traz

Por Fábio Lau

Antônio Lopes, 76 anos, se diz vítima de perseguição por ser idoso. E que no Brasil há mobilização contra preconceito racial, sexual, social, de gênero, "mas ninguém dá a mínima quando discriminam velho". Fato. Que ele é competente, não há dúvida. O currículo é dos mais ricos entre treinadores. São 17 títulos regionais, Rio-São Paulo, Copa do Brasil, Brasileiro, Libertadores e até o penta da seleção em 2002.



Lopes chegou ao Botafogo após o time cair para a segunda divisão. Participou da montagem da equipe e terminou como campeão da Série B. No ano seguinte, 2016, viu o Botafogo conseguir classificação para a Taça Libertadores. Este ano, após grande campanha na competição, o time caiu de rendimento e perdeu uma vaga que parecia certa - voltar a competição continental.

Mas na sua conta caiu a dívida do insucesso. O que poderia ter sido mérito, como a trajetória até o mês e meio atrás, virou obra do acaso. O futebol tem disso.


Doutor delegado



Gosto do jeito bonachão do Lopes. O conheci pessoalmente no prédio da Polícia Civil. Não sabia que era de fato "delegado". Achava que era apelido assim como Xerife (Moisés) ou Capitão (Carlos Alberto Torres). Fui entrevista- lo e achei estranho que o "delegado" que me concederia entrevista tivesse o nome, a cara e a voz do treinador Antonio Lopes .

Foi aí que me curvei ao óbvio. Perguntei: " e o Vasco?" Finalmente ele riu. Fiquei quase duas horas na mesa da corregedoria falando de futebol e ouvindo histórias. Que figura! Ele reclamava que uma portaria do Brizola obrigasse servidores licenciados a voltarem aos cargos. E aí ele contou outra novidade do mundo da bola: " o Hélio Vígio foi quem me levou para o futebol!" Me assustei:" tá de sacanagem! "

Vígio era a truculência encarnada enquanto Lopes, aparentemente, pura seda.

Isso tem, mais ou menos...

Deixa o velhinho trabalhar!!!!

 

Veja também:

>> Milagre às avessas: pastor diz que homem vai ficar paralítico por não pagar dízimo - vídeo

>> Naldo chora após agredir mulher e é vetado em festa do Réveillon - vídeo

>> Tricampeão Piquet e a comparação com Senna: "Estou vivo. O que pode ser melhor?"

>> Paolo Guerrero é suspenso por um ano por dopping

>> Aldir Blanc & João Bosco: "que ninguém seja suicidado"

 
  • Enviar para um amigo
  •  
  • Compartilhar no Twitter
  •  
  • Compartilhar no Facebook
  •  
  •  
  •  comentário(s)
  •  
 
Antonio Lopes crê ser vítima de preconceito por ser velho
 

Copyright 2018 - WebRadio Programa Conexão - Todos os direitos reservados

Desenvolvido por Go2web

Está no seu momento de descanso né? Entao clique aqui!