• Ouça a Rádio
  • Galeria de Fotos
  • Vídeos
  • Facebook
  • Twitter
Conexão Jornalismo é o primeiro site do país a merecer o selo verde.
Planvale

Busca

 

Conexão TV

Sexta-feira, 21 de Julho de 2017

A mosca que caiu na sopa do apresentador da Record - vídeo

 
  • Enviar para um amigo
  •  
  • Compartilhar no Twitter
  •  
  • Compartilhar no Facebook
VER +

Galeria de Fotos

 
 

 
 

Comunidade

home > colunas > futebol > brasileiro

Futebol - Brasileiro

 

Domingo, 14 de Maio de 2017

Sassá mergulha em nova crise com Botafogo após afirmar não ser mercenário

Por Fábio Lau

A escolha de Sassá vai uni-lo a outros craques que passaram pelo Bota
A escolha de Sassá vai uni-lo a outros craques que passaram pelo Bota
Há anos, quando estreou no Botafogo, Sassá deu uma declaração que encheu de confiança e vaidade o peito do torcedor alvinegro?

- Meu sonho na carreira? Ser ídolo da torcida do Botafogo.

Nascia ali mais do que uma duradoura relação, mas também das mais conturbadas. Ele, naquele ano, 2014, sairia do clube temporariamente para ganhar experiência no Náutico, de Recife, onde acabaria artilheiro com 9 gols.

Mas exatamente quando o Botafogo parece entrar nos trilhos e aspira uma melhor posição no cenário internacional, resgatando a própria tradição, o artilheiro do último ano, com uma fantástica média de 0,67 gols por partida (a maior entre os 15 últimos artilheiros do clube), desandou. Literalmente.

Fechou o ano de 2016, quando o Botafogo voltou para a Libertadores, brigando com seu companheiro de clube, Aírton. Dias depois foi punido por posar em fotografia portando dinheiro vivo.

Agora, quando o clube ao qual jurou amar por pretender ser ídolo o convida para fazer um contrato a altura do seu status, um convite à maturidade, ele chuta o balde e pede, via empresário, o impossível.

Esta semana Sassá deu entrevista onde recusou a pecha de "mercenário":

- Mercenário? Logo eu que estou há oito anos no clube? Passei toda sorte de dificuldades e agora, no último ano, é que virou mercenário?

Mas o fato é que Sassá tem tido um comportamento para lá de displicente. Não comemora com qualquer entusiasmo os gols dos companheiros. Age como se o gol de um colega de clube fosse uma oportunidade perdida. Assim agiu recentemente nos dois gols de Guilherme na virada sensacional sobre o Sport.

Anda tão desatento, Sassá, que esqueceu de homenagear o filho em seu último gol contra o Barcelona de Guayaquil.

Esta semana voltou a se atrasar nos treinamentos e não cumpriu metas estabelecidas pela fisiologia. Jair Ventura, sem alternativas, decidiu puni-lo com suspensão na partida de abertura contra o Grêmio.

Sassá parece desejar, mesmo que involuntariamente, seguir os passos de outros tantos craques rebeldes que passaram pelo Botafogo. Alguns superaram a rebeldia ou a mesclaram com talento impressionante: Heleno de Freitas, Garrincha, Afonsinho, entre outros. Mas alguns, craques em potencial, ficaram pelo caminho.

Qual o caminho que Sassá escolheu?

 

Veja também:

>> Português Salvador Sobral vence Festival Eurovisão da Canção - vídeo

>> As várias mortes de Dona Marisa

>> Ataque cibernético atingiu setores da Justiça e do governo federal

>> Duas Divas: Crítica & Literatura

>> Apagar o passado comprometedor no Google? Você é contra ou a favor?

 
  • Enviar para um amigo
  •  
  • Compartilhar no Twitter
  •  
  • Compartilhar no Facebook
  •  
  •  
  •  comentário(s)
  •  
 
Sassá mergulha em nova crise com Botafogo após afirmar não ser mercenário
 

Copyright 2017 - WebRadio Programa Conexão - Todos os direitos reservados

Desenvolvido por Go2web

Está no seu momento de descanso né? Entao clique aqui!