• Ouça a Rádio
  • Galeria de Fotos
  • Vídeos
  • Facebook
  • Twitter
Conexão Jornalismo é o primeiro site do país a merecer o selo verde.
Planvale

Busca

 
Audiência na TV

Segunda-feira, 13 de Agosto de 2018

Globo bate forte em Aécio Neves e Anastasia - vídeo
Audiência na TV

 
  • Enviar para um amigo
  •  
  • Compartilhar no Twitter
  •  
  • Compartilhar no Facebook

Conexão TV

Quarta-feira, 08 de Agosto de 2018

"Chandler Bing", de Friends, é internado às pressas nos EUA

 
  • Enviar para um amigo
  •  
  • Compartilhar no Twitter
  •  
  • Compartilhar no Facebook
VER +

Galeria de Fotos

 
 

 
 

Comunidade

home > colunas > futebol > brasileiro

Futebol - Brasileiro

 

Sexta-feira, 08 de Junho de 2018

Não queiram comparar Garrincha a Vinícius Júnior - vídeo

Garrincha: dribles que viraram arte e fizeram escola
Garrincha: dribles que viraram arte e fizeram escola
O treinador do Flamengo, após a vitória sobre o Fluminense em Brasília, no Estádio Mané Garrincha, disse sobre a polêmica envolvendo os supostos dribles que seus jogadores aplicaram sobre adversários e que geraram queixa de Abel - o treinador do tricolor:

- Daqui a pouco vamos ter que apagar vídeos com os dribles do Garrincha também!

Peraí! Ou a gente fala sobre Vinícius Júnior e Paquetá ou falamos sobre futebol. O assunto Garrincha não deveria ter entrado aqui.

Afinal, se liga só, a polêmica que envolve Vinícius Júnior e Paquetá no campo do "drible" é simples de interpretar: o jogador que dribla, faz o gol, comemora e segue o jogo não está querendo humilhar ninguém. Usa seu talento em campo a favor do time e o problema passa a ser do cintura dura que não tem capacidade de fazer o mesmo.

Esse não é o caso de Vinícius Júnior na partida de quinta-feira (7). Ele dribla e provoca o adversário - como fez diante do Gum. Estabelece uma relação direta entre ele o outro. E nenhum profissional vai admitir ser humilhado publicamente diante de uma plateia sem reagir. Seria criticado pela própria torcida.

Logo, a reação será inevitável. Foi o que ocorreu no Fla X Flu.

Garrincha (citado em uma infeliz explicação do técnico estagiário, o Barbieri) usava o drible contra os oponentes, na seleção do Botafogo e na verde e amarelo) e era caçado em campo. Mas não humilhava o sujeito. Seu drible engrandecia o futebol, a arte, mas não subjugava o adversário.

Não apontava o dedo, como fez Vinícius Júnior, e ria.

Não dizia: "vem tomar a bola!" - como disse VJ. Isso, sabemos quem jogou bola, é coisa de peladeiro.

Para Garrincha eram, seus adversários, todos "joões" - como se referiu aos marcadores russos na Copa de 58.

E, por isso, era aplaudido e festejado até pelas torcidas adversárias.

Não há comparação se analisarmos a qualidade técnica de cada jogador. Passar o pé sobre a bola, como fazia Robinho do Santos, por exemplo, as chamadas "pedaladas" não é driblar.

Paquetá é melhor jogador que Vinícius Júnior. Paulinho, ex-Vasco, é melhor do que os dois. Rodrygo, do Santos, também. Pedrinho, do Corinthians, está no mesmo nível. Ezequiel precisa desencantar.

Na escala imaginária em que está Garrincha, que mede a capacidade de drible, Vinícius Júnior e Paquetá figuram ali entre o 1 e o 2.

Muito abaixo de Jairzinho (5), Cafuringa (4), Denner (5), Messi (6), Maradona (7), Neymar.(5) ....


 

Veja também:

>> Chef e apresentador de TV, Anthony Bordain morre aos 61 anos - vídeos

>> Pesquisa revela crescimento de Haddad mesmo sem o apoio oficial de Lula

>> A falácia da privatização da mídia reincorporada ao discurso do PT

>> Hilde e o pré-Sal: Mirian Leitão deveria usar disfarce

>> Escrava Isaura era uma heroína negra ou o reforço do preconceito?

 
  • Enviar para um amigo
  •  
  • Compartilhar no Twitter
  •  
  • Compartilhar no Facebook
  •  
  •  
  •  comentário(s)
  •  
 
Não queiram comparar Garrincha a Vinícius Júnior - vídeo
 

Copyright 2018 - WebRadio Programa Conexão - Todos os direitos reservados

Desenvolvido por Go2web

Está no seu momento de descanso né? Entao clique aqui!