• Ouça a Rádio
  • Galeria de Fotos
  • Vídeos
  • Facebook
  • Twitter
Conexão Jornalismo é o primeiro site do país a merecer o selo verde.
Planvale

Busca

 

Conexão TV

Sexta-feira, 21 de Julho de 2017

A mosca que caiu na sopa do apresentador da Record - vídeo

 
  • Enviar para um amigo
  •  
  • Compartilhar no Twitter
  •  
  • Compartilhar no Facebook
VER +

Galeria de Fotos

 
 

 
 

Comunidade

home > colunas > entrevista > personagem

Entrevista - Personagem

 

Sexta-feira, 04 de Abril de 2014

Do ócio ao troféu: conheça a história do paraciclista Ivo Costa

Douglas Mota

De fumante ocioso a campeão esportivo. Essa foi a principal mudança na vida do paraciclista Ivo Costa (48) depois de tornar um hobby antigo em um compromisso. O atleta conta, em entrevista transmitida ao vivo por Conexão Jornalismo, sobre sua dura rotina de treinos numa cidade sem a estrutura adequada.

Penha, Zona Norte do Rio, 4:30 da madrugada. Essa é a hora em que Ivo pega sua bicicleta e sai para treinar, seguindo rotas aleatórias pela cidade. São horas seguidas pedalando, mas sem se cansar, garante. A amizade com os motoristas de ônibus das linhas que circulam a região assegura a ajuda dos profissionais, que o acompanham com seus veículos, garantindo espaço nas vias e iluminação, quando necessário.

O resultado de tamnho esforço vem nas competições que participa. Membro da Federação de Ciclismo do Estado do Rio de Janeiro (Fecierj), Ivo Costa já conquistou 9 troféus no último ano e 2 em 2014: competições que faz questão de registrar e divulgar em seu canal no YouTube (https://www.youtube.com/user/xanasouzax).

Quem aprecia sua trajetória esportiva não imagina como era a sua vida pré-esporte. O atleta confessa que vivia como uma "ameba" e que "não saía de casa, sequer ia ao mercado" depois da aposentadoria, além de ingerir álcool e fumar constantemente.

Felizmente, esses hábitos são passado e a paralisia que afeta uma de suas pernas e a mão direita deficiente de alguns dedos não o impediram de atravessar uma mudança positiva e radical. Hoje, além de dedicar sua vida ao esporte, cuida de sua filha Mariana, de 4 anos, depois dos treinos diários.

Apesar do sucesso, Ivo afirma que precisa de ajuda para permanecer no ciclismo. Peças básicais de uma bicileta, como uma roda de aço carbono, podem custar até R$1.800,00 cada. O patrocínio do Pe. Cristovão, da Paróquia Santuário da Divina Misericórdia, em Vila Valqueire, e o apoio da Equipe São Sebastião, bem como suas fontes de renda, não são suficientes para arcar com os custos elevados de manutenção do veículo. Para doações e patrocínio, ele pede que entrem em contato pelo número: (0 xx 21 3546-9559).

Segundo Costa, a preparação para os Jogos Paraolímpicos de 2016 anda a todo vapor, mas ressalva que gostaria de "congelar sua idade" até lá. O ciclista teme que os 50 anos que se aproximam o impeçam de competir ou prejudiquem seu rendimento nas pistas.

Ele ainda critica a escassa atenção dada pela mídia ao seu esporte, mas lembra que o maior parque de ciclismo da América Latina está sendo construído no Complexo do Alemão, próximo ao seu bairro. O "bike park", na Pedra do Sapo, está previsto para ser inaugurado no primeiro semestre deste ano.

Assista abaixo à entrevista do paraciclista Ivo Costa, transmitida ao vivo em Conexão Jornalismo, com trechos dos vídeos que mostram o atleta em ação em competições e treinos:


 

Veja também:

>> O milagre do "Milagre de Jesus" - Veja a audiência

>> Risco de vida? Diretor garante que atriz da Globo pode morrer

>> O dia em que o psicopata Jason foi obrigado a enfrentar Sérgio Mallandro

>> Barra Music: "Maior Casa" de espetáculos do Rio enfrenta greve

>> "La Vie en Rose"! Fragmentos da vida de uma prostituta, hermafrodita e pai de 3 filhos

 
  • Enviar para um amigo
  •  
  • Compartilhar no Twitter
  •  
  • Compartilhar no Facebook
  •  
  •  
  •  comentário(s)
  •  
 
Do ócio ao troféu: conheça a história do paraciclista Ivo Costa
 

Copyright 2017 - WebRadio Programa Conexão - Todos os direitos reservados

Desenvolvido por Go2web

Está no seu momento de descanso né? Entao clique aqui!