• Ouça a Rádio
  • Galeria de Fotos
  • Vídeos
  • Facebook
  • Twitter
Conexão Jornalismo é o primeiro site do país a merecer o selo verde.
Planvale

Busca

 

Conexão TV

Terça-feira, 21 de Novembro de 2017

Funcionários do SBT cancelam festa de fim de ano por conta das demissões

 
  • Enviar para um amigo
  •  
  • Compartilhar no Twitter
  •  
  • Compartilhar no Facebook
VER +

Galeria de Fotos

 
 

 
 

Comunidade

home > colunas > economia

Economia

 

Domingo, 12 de Fevereiro de 2017

Meio milhão de brasileiros retornam ao Bolsa Família

Por Fábio Lau

Assustadora, por assim dizer, a reportagem do jornal O Globo deste domingo. E por ser do Globo e ao mesmo tempo evidenciar a catástrofe que o golpe político promovido também pelo Grupo Globo nos causou, não há razão para duvidar.

Meio milhão de brasileiros retornam para o colo do governo federal em busca de alimento e renda. O Bolsa Família, tão atacado nas gestões Lula e Dilma por atender aos mais pobres, volta a ser a garantia de sobrevivência em um país que em poucos meses assistiu destruiu seu parque industrial, especialmente a indústria do petróleo, sua rede de comércio e serviço e, em consequência disso, do emprego. São, oficialmente, 12 milhões de desempregados. No final do governo Dilma este número situava-se na casa de 5 milhões.

Durante os anos em que foi o principal mantenedor de lares e da criança nas escolas, o Bolsa Família era chamado, por parcela importante dos nossos ricos e remediados, de esmola para pobres. Na lógica dos brancos ou herdeiros do pensamento medieval que acompanha nossa elite, era possível imaginar que um casal tinha filhos aos borbotões para abiscoitar o Bolsa Família. Como se um pai integrado ao mundo real imaginasse que receber R$ 85/mês.

O Bolsa Família, adotado agora por diversos países que tentam aplacar a fome de parcela da população, foi o responsável por tirar mais de 20 milhões de famílias do estado de pobre e/ou miséria absoluta - segundo dados da ONU. O Brasil, com isso, deixou o mapa da pobreza que o acompanhou desde o Descobrimento.

Os recursos disponibilizados no programa federal, em outros tempos, seguiam para as obras intermináveis que atendiam os interesses de empresas e políticos. Destinavam-se, por exemplo, para obras de recuperação de estradas que eram realizadas propositalmente de baixa qualidade para que jamais se encerrasse a ciranda do gastar, reformar e gastar. Ano após ano. O objetivo, único, era sangrar investimentos.

Diante do governo ilegítimo no poder há seis meses, e sua incapacidade de gerar empregos e estimular a indústria, o retorno daqueles que haviam se livrado do programa social (e não assistencialista) revela com nitidez o resultado do golpe.

E, é bom repetir, dito por um os atores que o promoveu: o Grupo Globo.

 

Veja também:

>> Juiz proíbe novas informações sobre a clonagem do celular de Marcela Temer

>> Vereador do MBL pediu proteção à GM para amigos invasores de reunião do PT

>> Por que os escândalos do governo Temer não chocam o país?

>> A patética justificativa de Crivella para nomear o filho

>> Toni Erdmann: obra do cinema austro-alemão é vítima da inveja americana

 
  • Enviar para um amigo
  •  
  • Compartilhar no Twitter
  •  
  • Compartilhar no Facebook
  •  
  •  
  •  comentário(s)
  •  
 
Meio milhão de brasileiros retornam ao Bolsa Família
 

Copyright 2017 - WebRadio Programa Conexão - Todos os direitos reservados

Desenvolvido por Go2web

Está no seu momento de descanso né? Entao clique aqui!