• Ouça a Rádio
  • Galeria de Fotos
  • Vídeos
  • Facebook
  • Twitter
Conexão Jornalismo é o primeiro site do país a merecer o selo verde.
Planvale

Busca

 

Conexão TV

Terça-feira, 23 de Maio de 2017

Ayres Brito vê brecha constitucional para eleições diretas - vídeo

 
  • Enviar para um amigo
  •  
  • Compartilhar no Twitter
  •  
  • Compartilhar no Facebook
VER +

Galeria de Fotos

 
 

 
 

Comunidade

home > colunas > defesa do consumidor

Defesa do Consumidor

 

Quinta-feira, 02 de Junho de 2016

Bradesco e a armadilha que serve para "sua segurança!"

Tony Stall

Deve ter um Jênio (com jota) contratado pelo Bradesco para proteger o cidadão das armadilhas do sistema financeiro. O que não falta é picareta por aí disposto a manter a mão no seu bolso ou na sua conta, certo? Certo. E não estamos falando de políticos. O banco instalou um modelo, bonitinho, de códigos de segurança, pin e o escambau que servem para te proteger. Do quê? De você é que não é. Porque numa dessas você mata alguém ou morre de enfarte. Escuta só o que aconteceu?



"Para sua segurança" , o Bradesco, que teve dois diretores citados na Zelotes, faz o seguinte diante de uma simples operação de transferência entre agências Bradesco: te pede a agência, número da conta e senha de quatro dígitos. Em seguida o número da chave de segurança eletrônica - que aparece no celular. Passo seguinte, você fala os números da conta na qual será feito o depósito. Feito. A voz eletrônica fala toscamente algo que remete ao nome oficial do beneficiário. Terminou? Não.

Bradesco - diretores citados na Zelotes

Ela (a dona robozinha) pede agora o número do PIN (Pin?), nome que você deu para sua chave de segurança (nome? Eu tenho que dar nome para a chave de segurança? Tipo Maria, José, Cleonice ou Bela, linda e do lar? Sim. Precisa.). Você demora a preencher tantos dados. E o que que acontece? Cai a porra da ligação. Aí passa meia hora lançando perdigotos ao telefone contra o ser humano que ainda é mantido lá - para qualquer emergência - no serviço de telefone do Bradesco.

Que te ouve e pede calma - ou desligará. Lenço em punho (mandei muitos perdigotos) ela te socorre com o seguinte conselho: "começa de novo que agora vai dar certo!" . A gente então responde, reage, de maneira pausada e educada? Acertou quem disse: VTNC!

Esta lenga-lenga todo me fez lembrar a música da Plebe Rude, nos anos 80, em que a banda Punk do DF falava sobre a violência que era instituída para proteger o cidadão comum.

 

Veja também:

>> Exército dos EUA seria aniquilado em confronto com russo, diz especialista

>> Portugual faz manifestação em apoio a vítima de estupro no Rio

>> Lideranças estudantis que ocupam escolas podem ser o reatamento do Rio com a esquerda

>> Romário: "os primeiros dias do governo Temer não foram como esperava"

>> Janot dá o troco em Gilmar e reafirma necessidade de investigar Aécio

 
  • Enviar para um amigo
  •  
  • Compartilhar no Twitter
  •  
  • Compartilhar no Facebook
  •  
  •  
  •  comentário(s)
  •  
 
Bradesco e a armadilha que serve para "sua segurança!"
 

Copyright 2017 - WebRadio Programa Conexão - Todos os direitos reservados

Desenvolvido por Go2web

Está no seu momento de descanso né? Entao clique aqui!