• Ouça a Rádio
  • Galeria de Fotos
  • Vídeos
  • Facebook
  • Twitter
Conexão Jornalismo é o primeiro site do país a merecer o selo verde.
Planvale

Busca

 
Audiência na TV

Quinta-feira, 20 de Fevereiro de 2020

Página do Facebook relembra séries antigas na TV e faz sucesso na rede
Audiência na TV

 
  • Enviar para um amigo
  •  
  • Compartilhar no Twitter
  •  
  • Compartilhar no Facebook

Conexão TV

Quarta-feira, 19 de Fevereiro de 2020

Mídia é vítima de Bolsonaro porque não gritou antes, afirma Pedro Serrano

 
  • Enviar para um amigo
  •  
  • Compartilhar no Twitter
  •  
  • Compartilhar no Facebook
VER +

Galeria de Fotos

 
 

 
 

Comunidade

home > colunas > cultura > novas mídias

Cultura - Novas Mídias

 

Quarta-feira, 12 de Fevereiro de 2020

Polícia procura em cisternas de condomínio arma que matou Marielle

Busca pela arma que matou a vereadora - Arte: Fábio Lau
Busca pela arma que matou a vereadora - Arte: Fábio Lau

Agentes da Polícia Civil do Rio de Janeiro e integrantes do Ministério Público (MP) realizaram inspeção em cisternas de um condomínio em Jacarepaguá, na zona oeste da cidade, território com forte presença miliciana. O objetivo era checar informações da possível localização da arma usada na morte da vereadora Marielle Franco e do motorista Anderson Gomes. Mergulhadores inspecionaram 27 cisternas do local, mas a arma não foi encontrada.

Durante a ação, os policias apreenderam munições e carregador de pistola. Um carro de luxo foi levado para verificação e perícia. A operação foi realizada na manhã desta quarta-feira (12).

Marielle e Anderson foram mortos na noite de 14 de março de 2018, em uma emboscada no centro do Rio, quando um carro emparelhou com o veículo em que ambos estavam, e um atirador fez 13 disparos.

Duas pessoas estão presas pelo crime: os ex-policiais militares Élcio Queiroz e Ronnie Lessa, mas, até hoje, não se conhecem nem os motivos, nem os mandantes do crime.

Da Agência Brasil

 

Veja também:

>> O jornalismo e a tentativa de humilhação de cada dia

>> Juíza diz que "Adriano" morreu com golpes de facada e proíbe cremação

>> Glauber Braga diz que Moro é capanga da milícia

>> Motorista de InDriver é acusado de racismo por passageira em Curitiba

>> Carluxo se reuniu com depoentes antes de audiência sobre rachadinha

 
  • Enviar para um amigo
  •  
  • Compartilhar no Twitter
  •  
  • Compartilhar no Facebook
  •  
  •  
  •  comentário(s)
  •  
 
Polícia procura em cisternas de condomínio arma que matou Marielle
 

Copyright 2020 - WebRadio Programa Conexão - Todos os direitos reservados

Desenvolvido por Go2web

Está no seu momento de descanso né? Entao clique aqui!