• Ouça a Rádio
  • Galeria de Fotos
  • Vídeos
  • Facebook
  • Twitter
Conexão Jornalismo é o primeiro site do país a merecer o selo verde.
Planvale

Busca

 

Conexão TV

Domingo, 17 de Fevereiro de 2019

RPM: nova formação gera crise com Paulo Ricardo - vídeo

 
  • Enviar para um amigo
  •  
  • Compartilhar no Twitter
  •  
  • Compartilhar no Facebook
VER +

Galeria de Fotos

 
 

 
 

Comunidade

home > colunas > cultura > novas mídias

Cultura - Novas Mídias

 

Sábado, 16 de Maio de 2015

Maestrina Ligia Amadio fala com Conexão Jornalismo sobre seu concerto no Líbano - vídeos

Da Redação

Campeã de apresentações no exterior, à frente de orquestras de vários países
Campeã de apresentações no exterior, à frente de orquestras de vários países
Ligia Amadio já esteve à frente de várias orquestras internacionais e fez apresentações aclamadas em dezenas de países. Mas a mais conhecida maestrina brasileira sente uma satisfação especial quando pode levar música a lugares onde as pessoas enfrentam rotinas mais difíceis, tensas e sofridas.

Caso do Líbado, ao qual ela retorna, para reger a Filarmônica do país, com obra de Villa-Lobos no repertório.

Nós entramos em contato com Ligia via Internet. Hospedada em um hotel de Beirute, ela nos dedicou atenção e carinho especiais para falar um pouco sobre sua vida, sobre a situação que encontrou no Líbano e sobre a apresentação desta sexta-feira à noite.

Mais abaixo, veja também vídeos com regência da maestrina.


Ligia Amadio já havia estado em Beirute em 2012, quando também regeu a Filarmônica do Líbano, durante um evento internacional de música. Agora, o convite partiu do próprio diretor titular e artístico da orquestra, o maestro Harout Fazlian, que assistiu ao concerto de 2012 e gostou muito.

Ensaio realizado esta semana para a apresentação em Beirute
Ensaio realizado esta semana para a apresentação em Beirute  
No repertório desta noite, estarão as Bachianas número 7, do compositor e maestro brasileiro Heitor Villa-Lobos, e a Sinfonia número 3, em fá maior, op.90, do alemão Johannes Brahms.

A apresentação, gratuita, será na Igreja São José dos Padres Jesuítas, na capital libanesa.

OSN-UFF National Symphony Orchestra, Brazil - Villa-Lobos: Choros n.10



Leia a entrevista de Lígia Amadio:

1) Não é a primeira vez que a senhora rege a Filarmônica do Líbano, nem muito menos que rege ou dirige orquestras de outros países. Como foi que essa, digamos, "especialização" surgiu em sua vida, em sua carreira artística? Qual a sua grande realização ou suas grandes realizações relacionadas a esse tipo de trabalho?

Decidi ser regente quando estudava engenharia mecânica de produção na Escola Politécnica de Engenharia da Universidade de São Paulo. Claro que a música havia surgido muito mais cedo em minha vida. Comecei a estudar piano aos 5 anos de idade, a meu próprio pedido. Especificamente a regência surgiu durante a engenharia, quando eu cantava no Coral da USP. Como eu tocava piano, logo pude ajudar os regentes nos ensaios, e fui me apaixonando pela atividade. Fazer música é uma grande realização de minha alma. Todos os dias, quando estudo, ou quando ensaio, ou mesmo quando rejo os concertos, tenho grandes realizações artísticas e humanas.

2) A senhora já teve que lidar com algum tipo de resistência ou sentiu algum tipo de rejeição em algum país com cultura predominantemente machista, pelo fato de ser uma mulher à frente de um batalhão muitas vezes formado por homens em sua maioria?

Outro momento do ensaio para o concerto
Outro momento do ensaio para o concerto  
Não, entre os músicos nunca senti resistência. Claro que há preconceito, mas ele não perdura diante da competência. Claro que as mulheres têm que apresentar uma performance e uma trajetória muito mais refinadas para serem aceitas. Uma regente medíocre dificilmente construirá uma carreira nessa área predominantemente dominada pelos homens. Para os homens não há tantos obstáculos assim, ainda que seja muito difícil também.

3) O Oriente Médio, em particular, vive um momento (mais um momento) tenso e conturbado, sob diferentes aspectos. O Líbano, nos últimos anos, enfrentou períodos difíceis, com atentados, guerras internas, temores diversos... Que cenário a senhora encontrou neste retorno ao país? A impressão é de calma, a sensação é de tranquilidade?

Esse é um tema bem delicado e eu não sou uma expert no assunto para diagnosticar e tirar conclusões. Posso dizer que circulo tranquilamente pelas ruas de Beirute, que as pessoas são muito amáveis, e que é fascinante estar aqui. É um país cosmopolita onde diversas culturas convivem pacificamente nesse momento.

Simon Bolivar Orchestra, Venezuela -Tchaikovsky: Symphony n.5, 2. Movement



4) Quanto ao concerto, teremos Villa-Lobos no repertório. Foi uma escolha da senhora ou dos organizadores? Nas suas andanças, mundo afora, costumam pedir o compositor brasileiro nas apresentações ou é a senhora que procura divulgar Villa-Lobos e outros autores nacionais?

Quando somos convidados para uma orquestra, a escolha do repertório é feita em comum acordo com a direção artística da mesma. Não foi diferente dessa vez. Discuti com o diretor artístico diversas alternativas e optamos por esse programa. No caso foi solicitada a inclusão de uma obra brasileira, já que a Embaixada do Brasil em Beirute está apoiando esse concerto. Claro que quando posso incluo obras brasileiras em meus programas.

5) Quais os próximos compromissos internacionais que lhe aguardam?

Daqui vou para a Alemanha, e em seguida para a Islândia, onde rejo o concerto de encerramento da temporada oficial da Iceland Symphony Orchestra, a orquestra mais importante daquele país, no dia 11 de junho. O concerto será num auditório maravilhoso em Reykjavik, o Harpa. É a segunda vez que rejo na Islândia, e sinto muito alegria em poder voltar a esse país tão belo.

Buenos Aires Philharmonic Orchestra, Argentina, Soloist: Martha Argerich - Beethoven: Concerto n.3 for piano and orchestra



A discografia de Ligia Amadio reúne 11 CDs e 5 DVDs: à frente da Orquestra Sinfônica Nacional, da Sinfônica da Rádio e Televisão Eslovenas e da Sinfônica de Mendoza, na Argentina.

No Brasil, foi regente titular da Orquestra Sinfônica Nacional por 12 anos e da OSUSP - Orquestra Sinfônica da USP - por três anos. Como convidada, regeu as orquestras: Orquestra Sinfônica do Estado de São Paulo, Orquestra Sinfônica do Teatro Municipal de São Paulo, Orquestra Sinfônica Brasileira, Amazonas Filarmônica, Orquestra Filarmônica de Minas Gerais, Orquestra Sinfônica do Estado do Paraná, Orquestra Sinfônica de Porto Alegre, Orquestra Sinfônica do Espírito Santo, orquestra Sinfônica do Teatro São Pedro, Orquestra Sinfônica do Teatro Nacional Claudio Santoro, Orquestra Sinfônica Petrobrás Pró-Música e Orquestra Sinfônica da Paraíba.

Entre as inúmeras orquestras que dirigiu em outros países, estão: Arpeggione Städtisches Kammerorchester, Baden-Badener Philharmonie, Ensemble Contrechamps, Filarmónica de Bogotá, Filharmonia Czestochowa, Iceland Symphony Orchestra, Israel Chamber Orchestra, Jerusalém Symphony Orchestra, Lebanese Philharmonic Orchestra, Netherlands Radio Symphony Orchestra, Orkiestrę Symfoniczną Filharmonii Szczecińskiej, Orquesta del Teatro Argentino de la Plata, Orquesta Estable del Teatro Colón, Orquesta Filarmónica de Buenos Aires, Orquesta Sinfónica del Estado de México, Orquesta Sinfónica Juvenil Teresa Carreño, Orquesta Sinfónica Nacional de Bolivia, Orquesta Sinfónica Nacional de Chile, Orquesta Sinfónica Nacional de Peru, Orquestra Filarmônica Nacional da Moldávia, Savaria Symphony Orchestra, Silesian Opera Orchestra, Simfoniki RTV Slovenija, Thailand Philarmonic Orchestra, The Congress.

OSUSP - University of São Paulo Symphony Orchestra, Brazil - Bernstein: West Side Story - fragment



 

Veja também:

>> Cada vez mais jovens "saem do armário" em festas de formatura - nos Estados Unidos

>> Policiais pagam fiança e dão comida a homem que roubou carne em mercado - vídeo

>> A homenagem à Santa Ceia em versão afro - vídeo

>> Raul Gil sofre com briga pública entre seus dois filhos

>> Guitarrista B.B. King morre aos 89 anos - veja vídeos do "Rei do Blues"

>> Como fazer um bom jornalismo e cativar o público na era digital - ouça as dicas de Nívia Carvalho

>> Milhares de refugiados chegam ao sudeste asiático e são mandados de volta para o alto-mar

>> Casca de cebola é usada para construir músculo artificial

>> Jandira ingressa com representação no STF contra agressão - vídeo

 
  • Enviar para um amigo
  •  
  • Compartilhar no Twitter
  •  
  • Compartilhar no Facebook
  •  
  •  
  •  comentário(s)
  •  
 
Maestrina Ligia Amadio fala com Conexão Jornalismo sobre seu concerto no Líbano - vídeos
 

Copyright 2019 - WebRadio Programa Conexão - Todos os direitos reservados

Desenvolvido por Go2web

Está no seu momento de descanso né? Entao clique aqui!