• Ouça a Rádio
  • Galeria de Fotos
  • Vídeos
  • Facebook
  • Twitter
Conexão Jornalismo é o primeiro site do país a merecer o selo verde.
Planvale

Busca

 

Galeria de Fotos

 
 

 
 

Comunidade

home > colunas > cultura > novas mídias

Cultura - Novas Mídias

 

Quinta-feira, 18 de Maio de 2017

Irmã de Aécio Neves é presa e Aécio, afastado

Da Redação

O STF decidiu, em votação no plenário, afastar do cargo de senador o candidato derrotado à Presidência da República em 2014, Aécio Neves. Ele foi gravado negociando propina da ordem de R$ 2 milhões junto ao empresário Joesley Batista, da JBS. Sua irmã, Andrea Neves, foi presa na região metropolitana de Belo Horizonte. Ela era a braço direito do político responsável pelas suas contas e encontros políticos. Todos os imóveis de Aécio, no Rio e em Minas Gerais, estão sendo vistoriados pela Polícia Federal. A decisão do STF de não prender Aécio contradiz um princípio da Corte. Há dois anos, o senador Delcídio Amaral foi preso por razão idêntica.

Em 25 de novembro de 2015, o senador do PT, Delcídio Amaral, foi preso em flagrante após vazar gravação em que ele sugeria entregar dinheiro para o filho de Nestor Cerveró. O crime foi considerado inafiançável. Isso revela a relação dúbia da suprema corte em temas análogos.

A casa onde Andrea foi presa fica em um condomínio fechado em Nova Lima. No Rio, um chaveiro foi chamado para os agentes cumprirem o mandado de busca e apreensão no apartamento de Andréa em Copacabana, na Zona Sul. Este imóvel pertenceu ao ex-presidente Tancredo Neves, avô de Aécio e Andréa.

Aécio, que já foi delatado seis vezes na Lava-Jato, teria pedido propina de R$ 2 milhões. O valor foi entregue ao seu primo, Fred, e este entregou ao senador tucano, Zezé Parrella.

Andrea, segundo as investigações, teria sido a primeira pessoa a pedir dinheiro para o dono da JBS. Em seguida houve o diálogo entre o senador e Joesley:

"Se for você a pegar em mãos, vou eu mesmo entregar. Mas, se você mandar alguém de sua confiança, mando alguém da minha confiança", teria dito Joesley ao tucano.

A maneira como Aécio se refere ao primo, Frederico, revela uma outra faceta desconhecida do senador:

"Tem que ser um que a gente mata ele antes de fazer delação. Vai ser o Fred com um cara seu. Vamos combinar o Fred com um cara seu porque ele sai de lá e vai no cara. E você vai me dar uma ajuda do caralho", teria respondido Aécio, em uma suposta referência a seu primo Frederico Pacheco de Medeiros.

 

Veja também:

>> Flamengo é eliminado na Libertadores

>> Inferno: Requião quer Moro e Temer excomungados por papa Francisco

>> Deu no JN: "Eu votei Dilma!" - vídeo

>> Jovens brasileiros não praticam esporte, revela estudo

>> Preso criador do chamado jogo do suicídio: "baleia azul" - vídeo

 
  • Enviar para um amigo
  •  
  • Compartilhar no Twitter
  •  
  • Compartilhar no Facebook
  •  
  •  
  •  comentário(s)
  •  
 
Irmã de Aécio Neves é presa e Aécio, afastado
 

Copyright 2017 - WebRadio Programa Conexão - Todos os direitos reservados

Desenvolvido por Go2web

Está no seu momento de descanso né? Entao clique aqui!