• Ouça a Rádio
  • Galeria de Fotos
  • Vídeos
  • Facebook
  • Twitter
Conexão Jornalismo é o primeiro site do país a merecer o selo verde.
Planvale

Busca

 

Galeria de Fotos

 
 

 
 

Comunidade

home > colunas > cultura > música

Cultura - Música

 

Segunda-feira, 05 de Março de 2018

Marina Lima canta dando um "xô" à direita e aos coxinhas - áudio

Da Redação

Marina Lima: Corações à mil....
Marina Lima: Corações à mil....

Nos anos 80 Marina Lima era uma das poucas vozes do mundo musical a declarar apoio a Brizola - já ali uma figura pública perseguida pelo Grupo Globo. Acometida por uma doença que atingiu as cordas vocais - nada mais cruel para alguém que precisa da voz para sobreviver, a cantora carioca que passou boa parte da vida vivendo nos EUA está de volta e tão antenada quanto antes. Gravou música, ao lado do seu mais identificado compositor, o irmão Antonio Cícero, criticando os "coxinhas" que ajudaram a virar de cabeça para baixo o Brasil novo e mais generoso que se anunciava.

ver mais >>

Domingo, 18 de Fevereiro de 2018

Tuiuti: desfile sem faixa do Vampirão surpreende a Sapucaí - vídeo

Léo: primeiro desfile com a faixa e segundo sem a faixa
Léo: primeiro desfile com a faixa e segundo sem a faixa

A expectativa gerada pela escola de samba Paraíso do Tuiuti se transformou em decepção para muita gente. Após conquistar o segundo lugar no Carnaval com um desfile crítico em que denunciou o golpe no país, os manifestoches que pediram o impedimento da presidenta Dilma com a camisa do Brasil, batedores de panelas e a ameaça às leis trabalhistas, a escola voltou à Sapucaí na madrugada de domingo. Mas, para surpresa geral, a escola estava visivelmente mais acanhada do que no desfile arrebatador de uma semana atrás e tinha uma mudança para lá de estratégica na fantasia da estrela da festa: o vampirão neoliberal, que representava o ilegítimo Temer, desfilou sem a faixa presidencial - uma manobra para tirá-lo do foco.

ver mais >>

Quinta-feira, 15 de Fevereiro de 2018

A Tuiuti e o discurso de Geraldo Vandré: um encontro meio século depois

Geraldo Vandré e o discurso político após a derrota
Geraldo Vandré e o discurso político após a derrota

O segundo lugar com gosto de vitória da Escola de Samba Paraíso do Tuiuti fez muita gente reviver um outro momento histórico da nossa arte musical. O discurso de Geraldo Vandré, ao ficar em segundo lugar no Festival da Canção de 68, entrou para a história. Pela generosidade com que concebeu a vitória dos concorrentes (Tom Jobim e Chico Buarque) e a própria derrota. Disse ele, ali, que a vida nãos e resume a festivais. E cantou sua canção que viraria hino. O texto que inspira este momento é de Fabiano Godinho Faria, Coordenador Geral do SINASEFE.

ver mais >>

Quinta-feira, 15 de Fevereiro de 2018

Globo ataca Tuiuti por acidente e esconde perfil do dono da Beija-Flor

Escola de Anísio que cantou contra a impunidade: condenado a 48 anos e livre
Escola de Anísio que cantou contra a impunidade: condenado a 48 anos e livre

Não consigo aplaudir o cinismo. Um criminoso contumaz e condenado a 48 anos de prisão, patrocina enredo criticando a corrupção.A gente está falando de Anísio Abraão David, o Anísio da Beija-Flor. Caso fosse uma comédia poderia até ser engraçado, claro. Mas espanta se levado a sério ou minimizado pela massa crítica. Ou por conveniência momesca. O grave é que a emissora que detém o monopólio até do Carnaval tenta ofuscar o brilho da protagonista de 2018 relembrando acidente trágico ocorrido no ano anterior com a Paraíso do Tuiuti. Um carro desgovernado atropelou pessoas e uma radialista, Elizabeth Ferreira Jofre, morreu. A Globo cobra sua punição. O que é desejo de todos. Mas vamos por partes. A punibilidade só se faz urgente no caso da escola que criticou a manipulação da mídia na história recente do país?

ver mais >>

Quinta-feira, 15 de Fevereiro de 2018

Globo não vai transmitir desfile das campeãs com Tuiuti

A revelação de um Brasil que hoje sente vergonha de si
A revelação de um Brasil que hoje sente vergonha de si

O desfile das campeãs, que poderá consagrar de vez a pequena escola Paraíso do Tuiuti, não vai passar nas telas da Globo - a dona da exclusividade do evento. O motivo? Oficialmente o que se diz é que há três anos o evento é dado gratuitamente para a TV Brasil. Mas é fato que este ano, ao contrário dos demais, o desfile passou a ter importância real. Muita gente quer ver o embate entre as duas primeiras colocadas que usaram temas contestadores durante o desfile.

ver mais >>

Quarta-feira, 14 de Fevereiro de 2018

Sambas revolucionários costumam ser punidos no Carnaval

O Carnaval de Sertões em 1976: consagrando a escola
O Carnaval de Sertões em 1976: consagrando a escola

Os Sertões, samba levado pela Em Cima Da Hora para a avenida em 1976, uma obra prima imortalizada pela cultura popular, entoado em plena ditadura, não salvou a escola do rebaixamento. Ou talvez tenha sido a obra irretocável de Edeor de Paula a razão da queda. O samba da Academicos de Santa Cruz, que homenageou o Pasquim, em 1990, com a irreverência política como enredo, também foi punido com o rebaixamento. Não duvide que juízes reacionários possam ter armado para a Tuiuti. Um décimo aqui e outro acolá e a jogam no limbo.

ver mais >>

Pág. atual: 2/195
 
 

Copyright 2018 - WebRadio Programa Conexão - Todos os direitos reservados

Desenvolvido por Go2web

Está no seu momento de descanso né? Entao clique aqui!