• Ouça a Rádio
  • Galeria de Fotos
  • Vídeos
  • Facebook
  • Twitter
Conexão Jornalismo é o primeiro site do país a merecer o selo verde.
Planvale

Busca

 

Conexão TV

Quinta-feira, 16 de Novembro de 2017

Justiça condena Pânico na Band a indenizar Agnaldo Silva

 
  • Enviar para um amigo
  •  
  • Compartilhar no Twitter
  •  
  • Compartilhar no Facebook
VER +

Galeria de Fotos

 
 

 
 

Comunidade

home > colunas > cultura > música

Cultura - Música

 

Terça-feira, 14 de Novembro de 2017

Foi quando descobri: mais de 80 amigos "curtem" Bolsonaro

Da Redação

Quem não respeita o voto não pode discutir política
Quem não respeita o voto não pode discutir política
Por Fábio Lau

Alguns, sei, são jornalistas e entram na página para saber o que é que o cara anda postando - e seus eleitores também. Entendo. Mas sei que muita gente está ali porque acredita no discurso do machista inveterado que parece ser capaz de quebrar todos os problemas nacionais com um soco na mesa. Cada um sabe de si e das suas crenças e expectativas.


Não tenho nada contra alguém votar em Bolsonaro. E falo sério. Mas não aceito, de maneira alguma, que um eleitor deste parlamentar (amigo ou não) pretenda discutir política comigo ou no meu quintal - no caso, no FB. Explico: trata-se de um homem que defende a ditadura. Que é, portanto, inimigo da democracia e do voto.

É um homem que desrespeita mulheres, negros, homossexuais e todo e qualquer projeto social que presuma igualdade de gêneros, raça ou busque a ascensão social - como o regime de cotas nas universidades.

Um cara que defende o armamento com argumentos cínicos, explorando o medo da violência, mas que na prática quer é favorecer a indústria de armas.

Portanto, que meu amigo queira votar neste ou naquele candidato, ok. É bom e o jogo democrático é algo que me enche de prazer em debater. Mais do que isso: ensina e nos faz quebrar preconceitos.

Mas neste candidato, especificamente, imponho a regra.

Não venha falar ou dar pitaco em política comigo. Falemos de futebol moda, religião, novela, filme, até receita de bolo.

Você, assim como ele, não gosta de política. Quer a ditadura. Ele é um cara que exalta o nome de um torturador como se fosse um ídolo.

Somos, portante, distantes e diferentes nos nossos princípios. Não vamos nos misturar em algo que nos é tão caro.

E a distância, em casos assim, é uma prova de respeito.

 

Veja também:

>> Papa surpreende direita ao afirmar que Comunistas pensam como Cristãos

>> Operação Cadeia Velha da PF tem Picciani como alvo

>> Três são presos após torturarem jovens da umbanda - vídeo

>> Temer tornou homogêneo o perfil do devedor: de 18 a 95 anos, todos devem

>> Moradores de São Gonçalo protestam contra assassinato de sete

 
  • Enviar para um amigo
  •  
  • Compartilhar no Twitter
  •  
  • Compartilhar no Facebook
  •  
  •  
  •  comentário(s)
  •  
 
Foi quando descobri: mais de 80 amigos "curtem" Bolsonaro
 

Copyright 2017 - WebRadio Programa Conexão - Todos os direitos reservados

Desenvolvido por Go2web

Está no seu momento de descanso né? Entao clique aqui!