• Ouça a Rádio
  • Galeria de Fotos
  • Vídeos
  • Facebook
  • Twitter
Conexão Jornalismo é o primeiro site do país a merecer o selo verde.
Planvale

Busca

 

Conexão TV

Sábado, 03 de Novembro de 2018

Alec Baldwin é preso após confusão em estacionamento

 
  • Enviar para um amigo
  •  
  • Compartilhar no Twitter
  •  
  • Compartilhar no Facebook
VER +

Galeria de Fotos

 
 

 
 

Comunidade

home > colunas > cultura > música

Cultura - Música

 

Quarta-feira, 14 de Março de 2018

Clipe com mulheres durante masturbação viraliza e gera polêmica

Vídeo mostra mulheres da masturbação ao orgasmo
Vídeo mostra mulheres da masturbação ao orgasmo


A polêmica era certa, mas o grau de virulência e de misoginia que vem com ela vai muito além do razoável. A cantora pernambucana Flaira Ferro virou alvo de sexistas nas redes sociais após divulgar o novo clipe gravado para a música "Coisa mais bonita" lançado nesta terça-feira (13). A produção, dirigida por Déa Ferraz (Câmara de espelhos), promove o debate acerca da emancipação sexual feminina a partir da masturbação e do orgasmo e é estrelada por diversas mulheres que se tocam em frente às câmeras.


Ela é filha do ex-deputado Fernando Ferro, do PT, que integrou a ala progressista de um Congresso Nacional dos mais conservadores. E aí, claro, sobrou até para seu pai:

-Isso é a prova de que Fernando Ferro é um péssimo pai: educou a filha dentro de uma libertinagem lésbica que destrói a saúde mental - disse Manoel Carlos, no Youtube. "Esse mundo lésbico é doentio mesmo...". "Saudades quando a mulher se dava ao respeito", disse o perfil chamado apenas de Silva. "Pense num show de horrores. Está tudo muito feio", criticou a página Pink & Blue.




As críticas, contudo, estão em meio a muitos elogios tanto à faixa (produzida por Pupilo e gravada entre o Rio de Janeiro, São Paulo e o Recife) quanto ao trabalho visual do clipe. "No meu sagrado feminino, ninguém melhor do que eu para tocar. Flaira, gratidão imensa por esta música, bem como por outras tantas tuas!", exaltou Maty Tavares. "Empoderamento, autoconhecimento, respeito, liberdade de gozo. Eita que coisa mais bonita!", destacou Hilda Brandão.

Já Fernanda Guimarães, que se apresentou como uma admiradora do trabalho de Flaira, ponderou: "Se antes a mulher era condenada ao expor sua necessidade pelo gozo, hoje ela é condenada quando não expõe a necessidade de que gozar é algo que diz respeito ao empoderamento. Precisamos tomar muito cuidado com a maneira que conduzimos o feminismo: ele, quando deturpado, pode ferir o sagrado que constitui o ser mulher".

 

Veja também:

>> Universal terá que devolver bens retirados de fiel

>> Stephen Hawking morre aos 76 anos

>> Traficante Nem diz que para acabar com o tráfico basta legalizar as drogas

>> Com Supremo com tudo: Jucá é réu no STF em processo da Odebrecht

>> Rio já contabiliza 70 mortes por febre amarela

 
  • Enviar para um amigo
  •  
  • Compartilhar no Twitter
  •  
  • Compartilhar no Facebook
  •  
  •  
  •  comentário(s)
  •  
 
Clipe com mulheres durante masturbação viraliza e gera polêmica
 

Copyright 2018 - WebRadio Programa Conexão - Todos os direitos reservados

Desenvolvido por Go2web

Está no seu momento de descanso né? Entao clique aqui!