• Ouça a Rádio
  • Galeria de Fotos
  • Vídeos
  • Facebook
  • Twitter
Conexão Jornalismo é o primeiro site do país a merecer o selo verde.
Planvale

Busca

 
Audiência na TV

Segunda-feira, 03 de Agosto de 2020

Felipe Neto critica Globo e CNN em entrevista na Globonews - vídeo
Audiência na TV

 
  • Enviar para um amigo
  •  
  • Compartilhar no Twitter
  •  
  • Compartilhar no Facebook

Conexão TV

Terça-feira, 28 de Julho de 2020

Emicida expõe Bárbara Gancia e é criticado por ela - vídeo

 
  • Enviar para um amigo
  •  
  • Compartilhar no Twitter
  •  
  • Compartilhar no Facebook
VER +

Galeria de Fotos

 
 

 
 

Comunidade

home > colunas > cultura > curta conexão

Cultura - Curta Conexão

 

Terça-feira, 16 de Outubro de 2018

Haddad usa tecnologia das criptomoedas para barrar Fake News

Haddad: prevenção contra fake news para garantir a verdade na disputa
Haddad: prevenção contra fake news para garantir a verdade na disputa

Fernando Haddad utiliza tecnologia blockchain no combate ao fake news



Seja quem seja o vencedor na reta final da disputa presidencial de 2018, o grande nome das eleições já está definido: fake news. As notícias falsas, propagadas via Whatsapp, mexeram a tal ponto no primeiro turno da disputa que nomes que dormitavam no pé das pesquisas de opinião tiveram um crescimento meteórico em menos de 48 horas. Combater este instrumento antidemocrático e perigoso, portanto, passa a ser prioridade. A campanha do candidato do PT à Presidência, Fernando Haddad, já buscou um caminho para se proteger. Ele está apostando na tecnologia blockchain para combater o fake news na internet. Desse modo, o candidato espera confrontar notícias falsas com dados que não podem ser alterados em uma tecnologia completamente promissora e que "dá vida as criptomoedas", o blockchain.



O candidato Fernando Haddad recebeu diversos ataques através de notícias falsas que se espalharam pela internet. São essas notícias que movimentam um discurso de ódio que está se multiplicando através de aplicativos e redes sociais.

Esse sistema de informação paralela faz com que a maioria dos eleitores do adversário de Haddad se informem através de notícias espalhadas através de mensagens via WhatsApp, por exemplo. Desse modo, o combate ao fake news ultrapassa o Facebook chegando ao aplicativo de conversação através de correntes que são distribuídas entre amigos e grupos no WhatsApp.

São essas mensagens que preocupam o candidato à presidência Haddad. O presidenciável já foi alvo de inúmeras notícias falsas que são espalhadas por milhares de pessoas. Existem algumas medidas para combater essas fake news, como as recentes determinações do TSE, por exemplo. O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) determinou a retirada de dezenas de notícias falsas sobre Fernando Haddad e seu programa de governo da internet recentemente.

Em busca de criar mais uma ferramenta no combate ao fake news e proporcionar dados que garantem a verdade dos fatos, o candidato resolveu publicar todo o seu plano de governo via tecnologia blockchain. Sendo assim, qualquer notícia poderá ser checada em relação ao plano de governo de Fernando Haddad por qualquer usuário antes de compartilhá-la na internet.

Candidato à presidência registrou
plano de governo via blockchain



O combate às notícias falsas não acontecem com a mesma velocidade que a produção massiva de fake news. Dessa forma, Fernando Haddad encontrou na tecnologia blockchain uma forma segura de proteger dados importantes de sua campanha. Qualquer um poderá conferir o projeto de governo do candidato à presidência, que foi registrado via blockchain. Para isso Haddad escolheu a plataforma OriginalMy, onde o plano de governo foi registrado neste domingo (14).

O registro do projeto de governo de Fernando Haddad via blockchain pode ser uma importante ferramenta no combate ao fake news. Dessa forma, as informações publicadas pelo candidato não podem ser alteradas e representam um pacto do candidato com a verdade. Sendo assim, isso significa que pode ser um ponto importante para checagem de notícias e dados falsos que são implodidos nas redes sociais diariamente.

Preocupação com notícias falsas
é alarmante e mobiliza brasileiros



A discussão sobre notícias falsas se intensificou desde que o segundo turno das eleições presidenciais começaram no Brasil. Segundo uma pesquisa BTG Pactual, cerca de nove a cada dez pessoas receberam notícias falsas através do WhatsApp. Além disso, os dados demonstram que 47% dos entrevistados se informavam através do aplicativo sobre notícias relacionadas a política.

É justamente através do WhatsApp que a maioria de notícias falsas sobre Fernando Haddad, e sua vice, manuela D'Ávila são compartilhadas. Em busca de combater fake news, que redesenham o espectro político no Brasil, Haddad está utilizando a tecnologia blockchain. É através dessa tecnologia que o plano de governo do candidato está disponível, onde os dados não podem ser apagados e representam as reais intenções de Fernando Haddad.

Fonte: https://criptozoom.com/fernando-haddad-utiliza-tecnologia-blockchain-no-combate-a-fake-news/

 

Veja também:

>> Caetano entrevista Manuela D'Ávila

>> A virada de voto da família da amiga e o clima de Já Perdeu!

>> A pichação da igreja com símbolo nazista e o chute na santa

>> Haddad diz que jornalistas têm medo de interpelar Bolsonaro

>> Haddad cresceu 65% em São Paulo, segundo Paraná Pesquisas

 
  • Enviar para um amigo
  •  
  • Compartilhar no Twitter
  •  
  • Compartilhar no Facebook
  •  
  •  
  •  comentário(s)
  •  
 
Haddad usa tecnologia das criptomoedas para barrar Fake News
 

Copyright 2020 - WebRadio Programa Conexão - Todos os direitos reservados

Desenvolvido por Go2web

Está no seu momento de descanso né? Entao clique aqui!