• Ouça a Rádio
  • Galeria de Fotos
  • Vídeos
  • Facebook
  • Twitter
Conexão Jornalismo é o primeiro site do país a merecer o selo verde.
Planvale

Busca

 

Conexão TV

Quinta-feira, 17 de Maio de 2018

Eloisa Mafalda morre aos 93 anos

 
  • Enviar para um amigo
  •  
  • Compartilhar no Twitter
  •  
  • Compartilhar no Facebook
VER +

Galeria de Fotos

 
 

 
 

Comunidade

home > colunas > cultura > cinema

Cultura - Cinema

 

Quinta-feira, 14 de Dezembro de 2017

Atriz chama produtor de Hollywood de monstro e diz ter sofrido ameaça de morte

Da Redação

Salma Hayek chamou de monstro produtor do filme
Salma Hayek chamou de monstro produtor do filme


A onda de denúncias de atrizes contra estrelas de Hollywood, no caso, um produtor, não cessa. O alvo agora é o mega produtor Harvey Weinstein. Ele é o ponto central dos escândalos sexuais em Hollywood e desde que ele foi acusado por várias atrizes das mais conhecidas, novos casos vieram à tona. Hoje foi a vez de Salma Hayek escrever um longo editorial para o New York Times falando sobre suas experiências com o cara e o título não poderia ser mais esclarecedor: "Harvey Weinstein Também é Meu Monstro".



A atriz trabalhou com Weinstein em Frida, produção de 2002 a respeito de Frida Kahlo, e disse que foi apresentada a ele por Robert Rodriguez e a produtora Elizabeth Avellan, afirmando que "sabendo o que sei agora, acho que se não fosse a minha amizade com eles - e com Quentin Tarantino e George Clooney - eu teria sido estuprada."

Segundo Salma, a partir do momento em que ele aceitou produzir o filme, também passou a fazer propostas como sexo oral, pedidos para que ela tomasse banho com ele e fizesse massagens.

Além disso, ele apareceu em várias ocasiões no seu quarto de hotel, em diversas horas do dia, mesmo quando ela estava gravando filmes onde ele não tinha nenhum envolvimento.

Em situações mais específicas, Salma Hayek chega a dizer que ele a ameaçou de morte em uma ocasião e que em uma festa do Festival de Cinema de Veneza, foi arrastada por ele à força para uma festa particular onde estavam "mulheres que eu achei que fossem modelos, mas descobri que eram prostitutas de alto nível."

Cena de Sexo



Em Frida, Harvey Weinstein teria exigido que Salma gravasse uma cena de sexo com outra mulher que tivesse nudez frontal completa.

A atriz disse que entendeu que não haveria uma forma de terminar o filme sem que "a fantasia de Harvey fosse atendida", então disse sim.

Ela relata que no dia da gravação da cena teve um colapso nervoso, seu corpo começou a tremer e ela passou a chorar de forma incontrolável, não por estar nua com outra mulher, mas sim por estar nua com outra mulher por causa de Harvey Weinstein.

Para ler a notícia no New York Times clique aqui

 

Veja também:

>> Flamengo perde final no Maracanã e torcida faz quebra-quebra

>> A nomeação da ex-mulher de Gilmar e a volta do QI

>> Você é um abolicionista moderno ou escravagista?

>> Dilma: "eleição sem Lula é golpe"

>> Bitcoin: vamos falar do que a gente não entende?

 
  • Enviar para um amigo
  •  
  • Compartilhar no Twitter
  •  
  • Compartilhar no Facebook
  •  
  •  
  •  comentário(s)
  •  
 
Atriz chama produtor de Hollywood de monstro e diz ter sofrido ameaça de morte
 

Copyright 2018 - WebRadio Programa Conexão - Todos os direitos reservados

Desenvolvido por Go2web

Está no seu momento de descanso né? Entao clique aqui!