• Ouça a Rádio
  • Galeria de Fotos
  • Vídeos
  • Facebook
  • Twitter
Conexão Jornalismo é o primeiro site do país a merecer o selo verde.
Planvale

Busca

 
Audiência na TV

Terça-feira, 22 de Setembro de 2020

Mignonnes: corra e assista no Netflix antes que Damares censure
Audiência na TV

 
  • Enviar para um amigo
  •  
  • Compartilhar no Twitter
  •  
  • Compartilhar no Facebook

Conexão TV

Quarta-feira, 23 de Setembro de 2020

"Remédio Amargo": filme que lava a alma da mulher oprimida

 
  • Enviar para um amigo
  •  
  • Compartilhar no Twitter
  •  
  • Compartilhar no Facebook
VER +

Galeria de Fotos

 
 

 
 

Comunidade

home > colunas > astral > sobrenatural

Astral - Sobrenatural

 

Quarta-feira, 22 de Fevereiro de 2017

Oposição revela, mais uma vez, sua fragilidade diante do esquemão do governo

Por Fábio Lau

A oposição experimentou mais uma vez sua incapacidade de enfrentar o rolo compressor da direita no Congresso Nacional. Por 53 votos a 13, o Senado aprovou a indicação mais polêmica da história do Supremo Tribunal Federal (STF). Alexandre de Moraes, com leque de motivos para que não fosse votado ou sequer ter sido indicado, é o novo ministro do STF e vai substituir Teori Zavascki - morto em acidente aéreo no início do ano.

A votação esmagadoras apresentou uma curiosidade: os votos da oposição foram inferiores ao número de senadores dos partidos que compõem a ala esquerda do Senado. A razão é que muitos senadores preferiram não participar da votação.

Com a aprovação do Senado a garantia de que a Lava-Jato pudesse enfim dar um basta a impunidade no país, ou a seletividade da Justiça que só tem olhos para eventuais delitos cometidos por parlamentares de esquerda, cai por terra.

Alexandre de Moraes chega com a missão de barrar a Lava-Jato e proteger o governo ao qual serviu. Não há indicações de que pretenda se dizer impedido de participar de votações de interesse de Michel Temer ou de parlamentares da base do governo.

Aos 49 anos ele chega ao topo da carreira do Judiciário brasileiro. Se lhe falta experiência e legitimidade, lhe sobra motivos para a indicação. Um deles é o bom serviço prestado à família de Michel Temer.

Por outro lado fica evidente, mais uma vez, que sem representação a oposição do Brasil assistirá, de camarote, a direta fazer e acontecer no cenário político sem que tenha forças para reagir.

A oposição, ou parte dela, só tem um discurso: Lula!

 

Veja também:

>> País de cabeça para baixo e a perigosa busca por salvadores

>> Piscadela: agradecimento recíproco entre Alexandre de Moraes e Edison Lobão

>> Carlos Minc: Pezão recriou seis secretarias para garantir venda da Cedae

>> Crivella dá sinais de que perde as rédeas da Prefeitura do Rio

>> Globo vive saia justa no futebol

 
  • Enviar para um amigo
  •  
  • Compartilhar no Twitter
  •  
  • Compartilhar no Facebook
  •  
  •  
  •  comentário(s)
  •  
 
Oposição revela, mais uma vez, sua fragilidade diante do esquemão do governo
 

Copyright 2020 - WebRadio Programa Conexão - Todos os direitos reservados

Desenvolvido por Go2web

Está no seu momento de descanso né? Entao clique aqui!