• Ouça a Rádio
  • Galeria de Fotos
  • Vídeos
  • Facebook
  • Twitter
Conexão Jornalismo é o primeiro site do país a merecer o selo verde.
Planvale

Busca

 

Conexão TV

Terça-feira, 21 de Novembro de 2017

Funcionários do SBT cancelam festa de fim de ano por conta das demissões

 
  • Enviar para um amigo
  •  
  • Compartilhar no Twitter
  •  
  • Compartilhar no Facebook
VER +

Galeria de Fotos

 
 

 
 

Comunidade

home > colunas > astral > religião

Astral - Religião

 

Domingo, 25 de Dezembro de 2016

Papa pede o fim da guerra na Siria

O papa Francisco fez um apelo, durante a missa de Natal neste domingo, para que ponham fim à guerra na Síria. Além disso, Francisco pediu também para que se ponham fim ao conflito entre Israel e Palestinos. Ele aproveitou a benção natalina, quando a audiência dos pronunciamentos ganha caráter mundial, para falar sobre os atentados jihadistas na Europa.


"É tempo de as armas se calarem definitivamente e da comunidade internacional se empenhar activamente para alcançar uma solução negociada" na Síria, declarou na Praça São Pedro, no Vaticano, o chefe espiritual de 1200 milhões de católicos.

Numa altura em que o regime sírio apoiado pela Rússia acaba de recuperar o controlo de Alepo, "muito sangue foi derramado", criticou Francisco: "Sobretudo nesta cidade, palco nas últimas semanas de uma das batalhas mais atrozes, é mais do que nunca urgente que a ajuda e o conforto sejam garantidos à extenuada população civil, com respeito pelos direitos humanitários".

O melhor do Público no email
Subscreva gratuitamente as newsletters e receba o melhor da actualidade e os trabalhos mais profundos do Público.
Subscrever×
Pela primeira vez em cinco anos, a comunidade católica de Alepo celebra neste domingo uma missa na catedral maronita de Santo Elias, na parte antiga da cidade. Um pequeno grupo de pessoas decidiu limpar o local e instalar um presépio.

Diante de milhares de fiéis reunidos na Praça São Pedro, o papa argentino, que acaba de completar 80 anos, disse esperar que "a paz na terra santa" aconteça. "Que israelitas e palestinianos tenham coragem e a determinação de escrever uma nova página da história, onde o ódio e a vingança dêem lugar à vontade de construir juntos um futuro de compreensão recíproca e de harmonia", pediu.

O sumo pontífice também desejou que a paz aconteça no Iraque, Líbia e Iémen, "onde as pessoas sofrem com a guerra e actos terroristas atrozes".

"Paz aos homens e mulheres de diferentes regiões da África, especialmente na Nigéria, onde o terrorismo fundamentalista também explora crianças para perpetrar a morte e horror", denunciou. O Papa também pediu "valentia" à "amada Venezuela", país mergulhado numa profunda crise política. E felicitou a Colômbia por "um novo e valente caminho de diálogo e reconciliação", numa referência às negociações com a guerrilha.

Finalmente, Francisco desejou "paz" a todos aqueles que "perderam um ente querido devido a actos terroristas", como aquele que matou, no início da semana, 12 mortos em Berlim. O autor do ataque, um tunisino, foi abatido mortalmente pela polícia na sexta-feira em Milão."A paz àqueles que perderam um ente querido devido a actos atrozes de terrorismo que semearam o medo e a morte no coração de tantos países e cidades", disse o Papa.

Do Público

 

Veja também:

>> Casagrande e Baby do Brasil: finalmente uma boa notícia em 2016

>> Papo de Natal: Temer tira dos pobres para dar às telefônicas

>> Um bom Natal..... Diretas já!

>> Clarice Falcão "apanha" porque amadureceu - vídeo

>> Lula venceria em qualquer cenário em 2018, segundo Vox Populi

 
  • Enviar para um amigo
  •  
  • Compartilhar no Twitter
  •  
  • Compartilhar no Facebook
  •  
  •  
  •  comentário(s)
  •  
 
Papa pede o fim da guerra na Siria
 

Copyright 2017 - WebRadio Programa Conexão - Todos os direitos reservados

Desenvolvido por Go2web

Está no seu momento de descanso né? Entao clique aqui!