• Ouça a Rádio
  • Galeria de Fotos
  • Vídeos
  • Facebook
  • Twitter
Conexão Jornalismo é o primeiro site do país a merecer o selo verde.
Planvale

Busca

 

Conexão TV

Sexta-feira, 27 de Novembro de 2020

Globo fará debates nesta sexta-feira em 35 cidades

 
  • Enviar para um amigo
  •  
  • Compartilhar no Twitter
  •  
  • Compartilhar no Facebook
VER +

Galeria de Fotos

 
 

 
 

Comunidade

home > colunas > astral > religião

Astral - Religião

 

Terça-feira, 13 de Outubro de 2020

Cena de faroeste: polícia americana amarra homem e o carrega ao lado do cavalo

Cena remete aos momentos mais hediondos da história americana - massacre de índios e negros
Cena remete aos momentos mais hediondos da história americana - massacre de índios e negros

Em mais um traço evidente de racismo, a polícia americana, agora no Estado do Texas, surpreendeu e chocou o mundo civilizado. Um policial amarrou um suspeito à cela do cavalo e o fez caminhar até a delegacia, em exposição, numa cena que remete aos antigos filmes de faroeste protagonizados por John Wayne. O caso aconteceu na cidade de Gavelston, no Texas. Donald Neely, de 44 anos, a vítima de racismo, pede uma indenização de US$ 1 milhão (R$ 5,5 milhões). O caso aconteceu no ano passado, mas apenas agora, quando outros casos que denunciam racismo vieira a tona, as imagens foram vazadas.



A polícia se "desculpou" no ano passado, depois que foram compartilhadas imagens de Donald após ser preso por invasão - o que não foi comprovado. A ação alega que a conduta dos policiais foi "extrema e ultrajante" e causou prejuízos físicos, emocionais e mentais em Neely. As acusações foram posteriormente rejeitadas por um tribunal.

Muitas pessoas nas redes sociais também compararam as imagens de Neely com a era da escravidão, uma alusão explicitamente mencionada no processo.

De acordo com a ação, os policiais deveriam estar cientes de que Neely, "sendo conduzido com uma corda e por policiais montados por uma rua da cidade como se fosse um escravo, consideraria essa conduta ofensiva".

A cidade e o Departamento de Polícia de Galveston estão sendo acusados de negligência.

Neely afirma ter sofrido "escoriações". Além disso, ele "sofreu com o calor e passou por constrangimento, humilhação e medo".

As autoridades municipais se recusaram a comentar sobre o processo.

O que disse a polícia?

No ano passado, depois de um protesto contra as imagens de Neely, a polícia disse que ele não foi amarrado com a corda, mas "algemado, e uma corda foi presa às algemas". E isso mudaria o quê? Parece piada, né?

O chefe de polícia de Galveston, Vernon Hale, disse na época que a técnica era "aceitável" em algumas situações, mas que "os policiais não demonstraram bom senso neste caso".

Talvez, a se lamentar, o fato de terem se deixado fotografar.

Não houve "intenção maliciosa", disse ele, e pediu desculpas a Neely pelo "constrangimento desnecessário". A política do departamento foi alterada para evitar o uso desta técnica.

Neely era sem-teto na época e estava dormindo na calçada, informou a imprensa dos Estados Unidos, quando foi preso por invasão criminosa e conduzido ao redor do quarteirão até uma base da polícia montada.

Após uma investigação sobre o incidente, o departamento divulgou imagens das câmeras acopladas ao uniforme dos policiais.

Nelas, eles policiais podem ser ouvidos comentando sobre a possíveis reações à cena da prisão de Neely.

"Isso vai parecer tão ruim. Fico feliz que você não esteja envergonhado, sr. Neely", disse um dos policiais na ocasião.

 

Veja também:

>> Fux espera apoio do plenário do STF no episódio "André do Rap"

>> TSE mantém Crivella na corrida pela Prefeitura do Rio

>> Prova dos Nove: pandemia matou mais onde Bolsonaro foi mais votado

>> Eleitor deve levar sua própria caneta no dia da votação

>> Crítica & Literatura: O outono da matriarca

 
  • Enviar para um amigo
  •  
  • Compartilhar no Twitter
  •  
  • Compartilhar no Facebook
  •  
  •  
  •  comentário(s)
  •  
 
Cena de faroeste: polícia americana amarra homem e o carrega ao lado do cavalo
 

Copyright 2020 - WebRadio Programa Conexão - Todos os direitos reservados

Desenvolvido por Go2web

Está no seu momento de descanso né? Entao clique aqui!