• Ouça a Rádio
  • Galeria de Fotos
  • Vídeos
  • Facebook
  • Twitter
Conexão Jornalismo é o primeiro site do país a merecer o selo verde.
Planvale

Busca

 
Audiência na TV

Sexta-feira, 03 de Abril de 2020

Gabriela Prioli terá programa no horário nobre da CNN Brasil
Audiência na TV

 
  • Enviar para um amigo
  •  
  • Compartilhar no Twitter
  •  
  • Compartilhar no Facebook

Galeria de Fotos

 
 

 
 

Comunidade

home > colunas > astral > religião

Astral - Religião

 

Terça-feira, 06 de Dezembro de 2016

Amigos de padre suicida não acreditam em Síndrome

Da Redação

Imagem enviada a Conexão Jornalismo inspirada no Pe Renildo
Imagem enviada a Conexão Jornalismo inspirada no Pe Renildo
Um dos três padres que cometeu suicídio no último mês, Renildo Andrade Maia não estava no perfil dos outros dois sobre os quais paira a suspeita de que tenham sido vítimas da chamada Síndrome de Burnout. Ele, segundo revelaram internautas, era um pároco de grande popularidade e não acumulava frustração entre os trabalhos religiosos entre fieis.

Renildo, cuja causa mortis ainda não foi revelada, era um jovem padre que atuava como vigário da Forania São Gonçalo e pároco da Paróquia Jesus Operário, em Contagem, em Minas Gerais. Um internauta disse que ele saiu em licença este ano e, nas conversas que mantinham, jamais notou algum grau de insatisfação ou frustração:

- Ele relatou que mudaria de paróquia e teria que aumentar ainda mais o esforço porque precisaria se dedicar a organização - disse o internauta que pediu anonimato.

Leia aqui:
Suicídios de padres assustam o clero no Brasil

Suicídios viram epidemia em escala mundial
Palestra aborda tema do suicídio
Tabu e preconceito aumentam números de suicídio


Padre Renildo: popular e dedicado
Padre Renildo: popular e dedicado  


Em Conexão Jornalismo também houve manifestação de amigos e religiosos.

- Pe. Renildo não se encaixa no perfil da doença, era uma padre contente com o seu trabalho e realizou muitas coisas nas comunidades onde trabalhou, principalmete na comunidade do Bairro Icaivera em Betim. Não era frustrado, muito pelo contrário, tinha seu trabalho reconhecido por uma multidão de fiéis católicos. A informação do suicídio também não é confiável. Eu estava presente após a perícia da Polícia Civíl e acompanhei quando um padre divulgou que não havia traços de violência ou suicídio apontando a morte por causas naturais - disse Valter Honório.


O sucesso como razão do abatimento
O sucesso como razão do abatimento  


Sucesso demais também pode abater



Se a Síndrome de Bornout é identificada como consequência da frustração profissional, o sucesso em demasia pode, em algum tempo, também apresentar danos à saúde. Um caso clássico é do padre Marcelo Rossi. Identificado como um Popstar nos anos 90, quando aparecia em programas de TV, lançava livros, participava de filmes e batia recordes na venda de CDs, ele acabou despertando a ira de religiosos tradicionais e conservadores ou engajados em lutas sociais.

Resultado: Rossi acumulou problemas de saúde e chegou a pensar em suicídio. Foi detectado um princípio de Alzheimer. Sua jovialidade e energia foram trocadas pela imagem de um homem cuja saúde, débil, inspirava cuidados.

O papa Francisco disse recentemente que há um "terrorismo do falatório" na Igreja Católica. Talvez Renildo Andrade Maia, Rosalino, Ligivaldo e também Marcelo Rossi tenham sido vítimas deste terrorismo, cada qual a seu modo.

À época, o Vaticano iniciou uma investigação das ações de Marcelo Rossi. Durante o processo, em que várias pessoas foram ouvidas, novos documentos foram apresentados, e imagens do padre em programas de televisão foram enviadas para a Itália.

Tempos depois o Vaticano concluiu, ainda na gestão de Bento XVI, que Marcelo Rossi não oferecia risco algum à liturgia católica.

 

Veja também:

>> Filha de Jango posta mensagem em memória do aniversário da morte

>> Carmen Lúcia: "democracia ou guerra!" - Senadores: "guerra!"

>> A turma que reclama de Jorge Viana não sabe o que ainda vem por aí....

>> Xuxa, o avião e o raio que o parta!!! Vídeo

>> O "estupro" de Último Tango em Paris volta ao noticiário - vídeo

 
  • Enviar para um amigo
  •  
  • Compartilhar no Twitter
  •  
  • Compartilhar no Facebook
  •  
  •  
  •  comentário(s)
  •  
 
Amigos de padre suicida não acreditam em Síndrome
 

Copyright 2020 - WebRadio Programa Conexão - Todos os direitos reservados

Desenvolvido por Go2web

Está no seu momento de descanso né? Entao clique aqui!