• Ouça a Rádio
  • Galeria de Fotos
  • Vídeos
  • Facebook
  • Twitter
Conexão Jornalismo é o primeiro site do país a merecer o selo verde.
Planvale

Busca

 
Audiência na TV

Segunda-feira, 03 de Agosto de 2020

Felipe Neto critica Globo e CNN em entrevista na Globonews - vídeo
Audiência na TV

 
  • Enviar para um amigo
  •  
  • Compartilhar no Twitter
  •  
  • Compartilhar no Facebook

Conexão TV

Quinta-feira, 06 de Agosto de 2020

Netflix: Rede de Ódio é um filme obrigatório nestes tempos

 
  • Enviar para um amigo
  •  
  • Compartilhar no Twitter
  •  
  • Compartilhar no Facebook
VER +

Galeria de Fotos

 
 

 
 

Comunidade

home > colunas > audiência na tv

Audiência na TV

 

Sábado, 11 de Outubro de 2014

Tracking indica queda de 8 pontos percentuais de Aécio e Dilma surge com 56%.

Da Redação

Pesquisa interna do PT, que não tem confirmação científica, mas serve para que partidos preparem novas ações na campanha, indicam que o candidato Aécio Neves começa a sofrer os efeitos da megaexposição da mídia. Se na primeira avaliação sua vantagem sobre Dilma estava embutida na margem de erro, no levantamento recente o candidato teria perdido 8% das intenções de voto. Saiba mais.

Novo Tracking da campanha de Dilma - clique aqui

Urgente: Vox Populi coloca Dilma à frente de Aécio - veja aqui

Aécio galgou votos embalado principalmente pela expressiva vitória sobre Marina Silva no primeiro turno. O crescimento do candidato de acordo com os números indicados pela pesquisa ultrapassou a casa dos 14%. Outro componente a ajudar o candidato foi a exploração pela mídia corporativa do chamado "escândalo da Petrobras": o depoimento que o ex-funcionário Paulo Roberto Costa presta e que foi estrategicamente atravessado para a TV Globo. Há quem considere o último escândalo confuso demais para servir de catapulta para o tucano.

Leia aqui: Aécio confessa ter sido funcionário fantasma -


Mídia




Indiferente à necessidade da sociedade brasileira de se cercar por modelos que diversifiquem a comunicação de massa no país, o governo Dilma Rousseff hoje sofre seus efeitos. Verba publicitária oficial, durante os governos Lula e Dilma, seguiram em um duto até os cofres das grandes corporações anulando a possibilidade de surgimento de novas mídias.

Leia aqui: PT não democratizou a mídia e hoje paga um preço

Leia também: O Brasil e a lógica elitista da alternância do poder

Hoje, enquanto sofre danos na sua imagem por conta de denúncias que carecem de comprovação ou maiores investigações, o governo volta a falar em democratização da mídia. A terminologia tem servido como um chicote a ameaçar a velha mídia quando o governo se sente incomodado. Uma espécie de corretivo.

 

Veja também:

>> Roberto Amaral vê retrocesso no apoio a Aécio

>> Música de Sábado: Filipe Catto

>> Treze razões para não votar em Dilma

>> Pesquisa mostra Crivella com 44% contra 36% de Pezão

>> Partido de Marina recua no apoio a Aécio

 
  • Enviar para um amigo
  •  
  • Compartilhar no Twitter
  •  
  • Compartilhar no Facebook
  •  
  •  
  •  comentário(s)
  •  
 
Tracking indica queda de 8 pontos percentuais de Aécio e Dilma surge com 56%.
 

Copyright 2020 - WebRadio Programa Conexão - Todos os direitos reservados

Desenvolvido por Go2web

Está no seu momento de descanso né? Entao clique aqui!