• Ouça a Rádio
  • Galeria de Fotos
  • Vídeos
  • Facebook
  • Twitter
Conexão Jornalismo é o primeiro site do país a merecer o selo verde.
Planvale

Busca

 
Audiência na TV

Terça-feira, 04 de Dezembro de 2018

Filme sobre golpe contra Dilma exibido no Parlamento Britânico
Audiência na TV

 
  • Enviar para um amigo
  •  
  • Compartilhar no Twitter
  •  
  • Compartilhar no Facebook

Conexão TV

Quarta-feira, 05 de Dezembro de 2018

Após massacre ao cão, Masterchef omite nome do Carrefour do programa

 
  • Enviar para um amigo
  •  
  • Compartilhar no Twitter
  •  
  • Compartilhar no Facebook
VER +

Galeria de Fotos

 
 

 
 

Comunidade

home > colunas > audiência na tv

Audiência na TV

 

Quarta-feira, 10 de Outubro de 2018

Roger Waters usa o show no Brasil para denunciar fascismo de Bolsonaro - vídeo

Homenagem ao fascista brasileiro em show que reuniu milhares
Homenagem ao fascista brasileiro em show que reuniu milhares

O nome do líder do neofascismo brasileiro, Jair Bosonaro, apareceu no telão durante show de Roger Waters, um dos líderes do mítico Pink Floyd. Desavisados, alguns seguidores do candidato extremista aplaudiram e ovacionaram acreditando se tratar de uma homenagem. Tiro no pé. O nome do candidato estava ali indicado como representante legítimo do que de pior há na política internacional. O show ocorreu em São Paulo e reuniu mais de 40 mil pessoas e segue por outras capitais do país.





E não foi apenas esta a referência ao candidato fascista que esteve apresentado com outras referências negativas. Num canhão de luz um imenso #EleNão surgiu no horizonte. Waters disse: "vocês têm uma eleição muito importante daqui a três semanas. Sei que isso não é da minha conta, mas devemos sempre combater o fascismo. Não dá para ser conduzido por alguém que acredita que uma ditadura militar pode ser uma coisa boa". A plateia de quase 40 mil pessoas dividiu-se entre aplausos e vaias, a maior parte vaias. Assista ao final.

Roger Water - shows com envergadura política
Roger Water - shows com envergadura política  

Waters, de volta ao Brasil após seis anos, começou o show tocando muitas músicas do Pink Floyd, a banda da qual fez parte da década de 1960 até o início dos anos 1980. Tocou sucessos do grupo, tiradas dos álbuns 'The Dark Side of the Moon' (1973), 'Wish You Were Here' (1975), 'Animals' (1977) e 'The Wall' (1979).

No meio do show, texto no telão pediu resistência contra os neofascistas, exibindo uma lista de países, destacando um político de cada lugar. Bolsonaro apareceu ao lado de Donald Trump e da líder da extrema-direita francesa Marie Le Pen.

Waters se apresenta novamente no Allianz Parque na noite desta quarta (10). Depois sua turnê segue para Brasília (dia 13), Salvador (17), Belo Horizonte (21), Rio (24), Curitiba (27) e Porto Alegre (30).

O show promete!

 

Veja também:

>> Médica rasga receita de paciente idoso após ele revelar voto no PT

>> Alimentação Ayurveda: a comida também pode ter padrão ético

>> Réquiem para Dilma, após a nova derrota na curta vida política

>> A formação do eleitorado do Boso não se deve ao acaso. Trump venceu assim - vídeo

>> Assassino de capoeirista confirma divergência política

 
  • Enviar para um amigo
  •  
  • Compartilhar no Twitter
  •  
  • Compartilhar no Facebook
  •  
  •  
  •  comentário(s)
  •  
 
Roger Waters usa o show no Brasil para denunciar fascismo de Bolsonaro - vídeo
 

Copyright 2018 - WebRadio Programa Conexão - Todos os direitos reservados

Desenvolvido por Go2web

Está no seu momento de descanso né? Entao clique aqui!