• Ouça a Rádio
  • Galeria de Fotos
  • Vídeos
  • Facebook
  • Twitter
Conexão Jornalismo é o primeiro site do país a merecer o selo verde.
Planvale

Busca

 
Audiência na TV

Quinta-feira, 12 de Dezembro de 2019

Boa dica Netflix? "História de um casamento".
Audiência na TV

 
  • Enviar para um amigo
  •  
  • Compartilhar no Twitter
  •  
  • Compartilhar no Facebook

Conexão TV

Quinta-feira, 12 de Dezembro de 2019

Charlie Sheen, a lenda, comemora dois anos longe das drogas

 
  • Enviar para um amigo
  •  
  • Compartilhar no Twitter
  •  
  • Compartilhar no Facebook
VER +

Galeria de Fotos

 
 

 
 

Comunidade

home > colunas > audiência na tv

Audiência na TV

 

Segunda-feira, 18 de Novembro de 2019

Patrícia Poeta diz que desempregados se "vitimizam e não correm atrás"

Patrícia Poeta: insensibilidade para analisar drama nacional
Patrícia Poeta: insensibilidade para analisar drama nacional

Imagem do Instagram

Apresentadora da Rede Globo, a jornalista Patrícia Poeta tem uma interpretação toda própria quando o assunto é o alto índice de desemprego e desalentados no país - aproximadamente 22 milhões de pessoas. Para a gaúcha, que agora substitui Fátima Bernardes no Encontros, da Rede Globo, alguns desempregados se vitimizam e não correm atrás de novas oportunidades de trabalho. Um conceito para lá de polêmico diante do fechamento de postos de trabalho, redução da massa de dinheiro em circulação e perda de direitos trabalhistas.


Segundo o site Notícias da TV, Poeta despertou a ira de alguns telespectadores do Encontro naquela fatídica sexta-feira (15).

Nas redes sociais, sobraram críticas para a apresentadora:

-Patrícia Poeta fala de desemprego e problemas sociais com a mesma propriedade que o Bolsonaro fala de economia. Os dois calados são poetas - disse um internauta.

Outro foi além:

- Eu fico aliviado de não ser o único em achar a Patrícia Poeta uma pessoa desnecessária!

Uma internauta foi mais ponderada:

- Patricia Poeta foi insensível hoje de manhã dando a entender que quem não tem emprego é porque se vitimiza. não faz sentido! Sabe o que também não faz sentido? Temos déficit de moradia e não ha vagas na construção civil. Deficit na educação e escolas fechando. - arrematou.

A substituta de Fátima Bernardes conduzia uma conversa sobre desemprego e apresentou histórias de superação, mas foi criticada ao dizer que algumas pessoas usam da situação para se vitimizar em vez de "correr atrás" para mudarem suas vidas.

No palco, ela entrevistou o casal Luís e Fátima, que trabalhavam como operador de telemarketing e caixa de supermercado, respectivamente, e ficaram desempregados. Eles compraram bicicletas e se tornaram entregadores de comida por aplicativo; circulam todo o Rio de Janeiro, ganhando em torno de R$ 5 por cada encomenda.

"Às vezes a pessoa tem muito disso. Quando alguma coisa de ruim está acontecendo com ela, ela tem essa coisa de se vitimizar e não correr atrás, não focar no objetivo. Até tô lendo um livro sobre isso. Ela acha uma justificativa, que ela fala pra ela própria, às vezes baseada numa mentirinha que ela conta para ela mesma, ou numa verdade que ela conta para ela mesma, e ela aceita aquilo e não corre atrás", discursou a apresentadora, em uma fala criticada na internet.

 

Veja também:

>> Joice terá que indenizar revista Veja

>> Assassino de onças é investigado pela polícia

>> Pretos e pardos são 64% dos desempregados, aponta IBGE

>> Óleo chega às praias do Rio até dezembro

>> Baleia morre imersa em óleo na Bahia. Faltou inteligência, Bolsonaro?

 
  • Enviar para um amigo
  •  
  • Compartilhar no Twitter
  •  
  • Compartilhar no Facebook
  •  
  •  
  •  comentário(s)
  •  
 
Patrícia Poeta diz que desempregados se "vitimizam e não correm atrás"
 

Copyright 2019 - WebRadio Programa Conexão - Todos os direitos reservados

Desenvolvido por Go2web

Está no seu momento de descanso né? Entao clique aqui!