• Ouça a Rádio
  • Galeria de Fotos
  • Vídeos
  • Facebook
  • Twitter
Conexão Jornalismo é o primeiro site do país a merecer o selo verde.
Planvale

Busca

 

Conexão TV

Sábado, 03 de Novembro de 2018

Alec Baldwin é preso após confusão em estacionamento

 
  • Enviar para um amigo
  •  
  • Compartilhar no Twitter
  •  
  • Compartilhar no Facebook
VER +

Galeria de Fotos

 
 

 
 

Comunidade

home > colunas > audiência na tv

Audiência na TV

 

Sexta-feira, 19 de Janeiro de 2018

Motorista que atropelou 17 em Copacabana estava com Carteira suspensa


O motorista que atropelou 17 e matou um bebê de 8 meses na Praia de Copacabana, na noite dessa quinta-feira (18), está com a carteira de habilitação suspensa desde maio de 2014. Ele tomava medicação controlada devido a convulsões e não havia ingerido bebida alcoólica. De acordo com o CNH, a suspensão da carteira, aplicada contra o motorista, ainda exige regulamentação.

Antonio Almeida Anaquim, 41 anos, não teria devolvido a carteira para o Detran para ser submetido a curso de reciclagem. Ele, por ser portador de epislepsia, e ser medicado permanentemente, deveria fazer provas de que as convulsões estavam sob controle - leia aqui


No site do Detran, a CNH de Antonio aparece como bloqueada, com 62 pontos e 14 multas nos últimos 5 anos. O bloqueio é uma restrição que ocorre ao final do processo de suspensão, com ou sem a entrega voluntária da carteira de habilitação.

Após o acidente, Antonio foi levado para a 12ª DP, em Copacabana, e disse que perdeu o controle do carro porque "apagou" após sofrer um ataque epilético. O motorista foi encaminhado para o Instituto Médico-Legal (IML) para ser submetido a exame que detecta a quantidade de álcool no sangue.

De acordo com o IML, não foi detectado ingestão de álcool por Antônio. O coronel Murilo Angelotti, comandante do 17.º Batalhão da PM, em Copacabana, informou que Anaquim relatou ter sofrido um "apagão". Testemunhas também contaram que, ao descer do veículo, Anaquim estava "meio parado" e "não esboçava reação".

Como não houve fuga do local do atropelamento, ele responderá por homicídio culposo em liberdade.




Íntegra da nota do Detran:



O Detran-RJ informa que o motorista Antonio de Almeida Anaquim, responsável pelo acidente na noite desta quinta-feira (18.01) na orla de Copacabana, está com a sua Carteira Nacional de Habilitação suspensa desde maio de 2014. No entanto, o cidadão não cumpriu com a exigência de devolução da CNH para realização de curso de reciclagem. Por cometer um crime de trânsito ao dirigir com a carteira suspensa, o cidadão terá sua documentação cassada, como determina a legislação federal de trânsito. Neste caso, o Detran esclarece que cumpriu com todo o trâmite do Código Brasileiro de Trânsito. O Detran-RJ, assim como toda a sociedade carioca, se solidariza com as vítimas deste acidente.

 

Veja também:

>> Carioca elegeu Crivella e se revolta com aumento do IPTU

>> Uber oferece carro com piscina para escapar do calorão

>> Sassá faz gesto obsceno na apresentação do Cruzeiro

>> "Mas mulher também assedia sim"

>> André Sturm é mantido por Dória apesar do suposto assédio - ouça

 
  • Enviar para um amigo
  •  
  • Compartilhar no Twitter
  •  
  • Compartilhar no Facebook
  •  
  •  
  •  comentário(s)
  •  
 
Motorista que atropelou 17 em Copacabana estava com Carteira suspensa
 

Copyright 2018 - WebRadio Programa Conexão - Todos os direitos reservados

Desenvolvido por Go2web

Está no seu momento de descanso né? Entao clique aqui!