• Ouça a Rádio
  • Galeria de Fotos
  • Vídeos
  • Facebook
  • Twitter
Conexão Jornalismo é o primeiro site do país a merecer o selo verde.
Planvale

Busca

 

Conexão TV

Terça-feira, 20 de Junho de 2017

Viva Roda - Felipe Pena faz a roda do jornalismo girar para a esquerda - vídeo

 
  • Enviar para um amigo
  •  
  • Compartilhar no Twitter
  •  
  • Compartilhar no Facebook
VER +

Galeria de Fotos

 
 

 
 

Comunidade

home > colunas > audiência na tv

Audiência na TV

 

Terça-feira, 16 de Maio de 2017

Em 1981 a mídia já condenava Lula

Lula disputaria no ano seguinte o governo do Estado de São Paulo pelo PT. Obteve, naquele pleito 1.144.648 votos, ou 10% do eleitorado. Em todo o país, o PT elege oito deputados federais, 12 estaduais, dois prefeitos e 78 vereadores. Era uma aventura e tanto naquele Brasil sob a ditadura ter um sindicalista disputando as primeiras eleições para governo do Estado depois do golpe de 1964. A imprensa brasileira, tão conservadora quanto hoje, até porque praticamente permanece igual em representação, temia Brizola, Arraes, Valdir Pires e, claro, Lula. Não pelo que representava, afinal não tinha história que o credenciasse ao crescimento, mas era uma alternativa à direita.

Veja veio com uma capa onde o indicava como "condenado". Isso porque fora enquadrado na Lei de Segurança Nacional (LSN) e julgado culpado. Ele liderara uma greve no ABC e obrigou o governo militar a negociar com os sindicatos - algo inédito. No ano anterior, Lula ficou preso no Dops por também articular greve dos metalúrgicos. Seu nome crescia e o temor também.

Em 1980 teve início a maior greve durante a ditadura: 140 mil metalúrgicos de São Bernardo do Campo e Diadema cruzam os braços. Queriam reajuste real de 15% nos salários, enquanto as empresas oferecem 3,6%, além de instrumentos de garantia de emprego e redução da jornada de trabalho de 48 para 40 horas semanais.

Lula foi preso e enquadrado na Lei de Segurança Nacional. Às 6 horas da manhã, três viaturas estacionaram diante de sua casa. Lula foi levado para o Departamento de Ordem Política e Social, o DOPS, onde ficaria por 31 dias com companheiros de movimento sindical. No cárcere, faria greve de fome, interrompida no sétimo dia após apelo do bispo de Santo André, Dom Cláudio Hummes. A convite do bispo, as assembleias passam a acontecer na Igreja Matriz de São Bernardo.

Mas é fato que naquela altura, 1981, quando Lula começou a viajar pelo mundo e teve encontros, entre outros, com Ted Kennedy, poucos acreditavam que o operário pudesse chegar tão longe. E Brizola, com toda sua sabedoria e linguajar cativante, era o maior perigo que a elite vislumbrava no cenário político. Tanto que o Grupo Globo fez dele seu inimigo maior até a sua morte.

 

Veja também:

>> Monica Iozzi deixa redes sociais após defesa de Marisa

>> 30 mil visitantes chegam ao Pará para assistir ao surf na pororoca - vídeo

>> Zelotes atualmente se restringe a Lula? E as empresas sonegadoras?

>> Criatura marinha gigante surge no mar da Indonésia - vídeo

>> Marcelo Rezende revela câncer em programa de TV para ampliar audiência - vídeo

 
  • Enviar para um amigo
  •  
  • Compartilhar no Twitter
  •  
  • Compartilhar no Facebook
  •  
  •  
  •  comentário(s)
  •  
 
Em 1981 a mídia já condenava Lula
 

Copyright 2017 - WebRadio Programa Conexão - Todos os direitos reservados

Desenvolvido por Go2web

Está no seu momento de descanso né? Entao clique aqui!